Está aqui

Artigos publicados

A árvore de Natal matematicamente perfeita

Por esta altura já muitos pensam na decoração da árvore de Natal. Quer se opte pelo tradicional vermelho e verde, ou por cores mais ousadas, a decoração da árvore passa, quase sempre, por fios de luzes, fitas e bolas que, num exercício de paciência, serão distribuídos pela árvore.

Se pretende apenas cumprir a tradição, e não tem grandes preocupações com o resultado final da decoração da sua árvore de Natal, pode optar por usar todos os enfeites que tem guardado ano após ano e parar a leitura desta crónica por aqui!

“No jardim da Celeste”

Desafio “No jardim da Celeste” Nível de dificuldade: 2

A Celeste é uma apaixonada por flores e todos os dias colhe flores no seu jardim. No 1º dia do mês de Setembro a Celeste colheu tantas flores quantas a sua idade. No segundo dia colheu o dobro das flores do dia anterior. Ao quinto dia, seguindo sempre a mesma regra, colheu tantas flores quantas a idade da sua avó. Sabendo que a avó da Celeste tem mais 60 anos que a Celeste, quantas flores colheu, no total, a Celeste nos 5 primeiros dias de Setembro?

Solução:

Às voltas com os arredondamentos

No quotidiano são inúmeras as siuações em que lidamos com valores numéricos arredondados. Quando se arredonda um valor numérico, não inteiro, obtém-se um outro valor com um número de casas decimais inferior ao número de casas decimais do valor original.

Parcelas invisíveis

Desafio nº 14 Nível de dificuldade: 1

Medicina e Probabilidades

Em medicina, o sucesso de um diagnóstico passa, frequentemente, pela análise dos resultados fornecidos por testes diagnósticos médicos.

Sector desconhecido - um desafio matemático

Desafio nº 13                            Nível de dificuldade: 1

Cada uma das três figuras, acima, apresenta quatro sectores onde estão representados números que estão relacionados entre si através de operações matemáticas simples. Descubra essas relações e revele qual o número escondido pelas estrelas apresentadas nos dois sectores da direita da figura verde. Só há uma solução!

 

 

 

 

Relógio tripartido

Use duas linhas rectas para dividir o mostrador de um relógio em três partes, garantindo que a soma dos números contidos nessas partes sejam iguais

Theano de Crotona, à descoberta da primeira mulher matemática

O papel da mulher na Antiguidade Clássica introduz uma enorme incerteza autoral na identificação dos feitos de mulheres na ciência desse tempo, sendo difícil dissociar os feitos destas mulheres das obras daqueles que com elas trabalhavam.

TRÊS ZEROS QUE FAZEM TODA A DIFERENÇA

No passado dia 10 de Janeiro de 2018, os portugueses tiveram conhecimento que Portugal tinha conseguido obter 4 mil milhões de euros com a emissão de dívida a dez anos e que os juros teriam ficado nos 2% devido à grande procura, que se verificou ser quatro vezes superior à oferta. Apesar do seu interesse e relevância, é possível que esta notícia nunca tivesse dado origem a este texto não fosse o ministro das finanças, Mário Centeno, quando no parlamento frisava o feito, ter referido que a procura tinha sido de 17 biliões de euros, “biliões” que corrigiu imediatamente para mil milhões.

MULTIPLICAÇÃO HINDU

Se lhe pedir para calcular 15 x 238 sem utilizar calculadora, o mais provável é que recorra ao algoritmo que lhe ensinaram na escola e que está representado na figura seguinte:

Apesar de este ser o mais utilizado na actualidade, ao longo da história da humanidade e em diferentes civilizações, muitos outros algoritmos foram utilizados para realizar multiplicações.

Páginas