Alentejo Litoral

ALCÁCER DO SAL PEDE DECLARAÇÃO DE CALAMIDADE PÚBLICA AO GOVERNO

A seca que o país atravessa está a criar problemas graves aos produtores de arroz de Alcácer do Sal, que representam 30% da produção nacional. Em carta dirigida ao Ministro da Agricultura, município, empresas e associações agrícolas pedem declaração de calamidade pública devido à escassez da água naquela região e uma reunião urgente para encontrar soluções.

SINES DEVOLVE MAIS DE UM MILHÃO DE IMPOSTOS AOS MUNÍCIPES

O município de Sines reduziu a taxa de IMI para 0,355%, o que beneficia os prédios urbanos. Segundo notícia avançada pelo distritonline.pt, "considerando a taxa máxima, a taxa que a Câmara Municipal de Sines irá cobrar e os montantes da coleta de 2017 já apurados, o valor de IMI que será devolvido aos munícipes de Sines em 2018 está estimado em 1 milhão e 37 mil euros".

A este valor acrescem cerca de 21 mil euros para as famílias com dependentes, que irão beneficiar de reduções de IMI de 20 €, 40 € e 70 € para agregados com um, dois e três ou mais dependentes, respetivamente.

AFINAL QUEM ORDENA MAIS EM GRÂNDOLA?

Em Grândola, um grupo de cidadãos quer impedir que a Câmara Municipal ponha em prática o projeto de demolição da Casa Barahona, onde tem funcionado a Biblioteca Municipal. É um edifício que data do final do século XIX e é considerado emblemático em Grândola, no entanto, não está classificado como património municipal nem cultural.

A polémica de agora teve início em 2011 quando a autarquia, então PS, lançou o concurso para requalificação da Biblioteca Municipal que se queria mais moderno e adaptada ao futuro, prevendo a demolição parcial ou total do atual edifício.

ODEMIRA SÓ VÊ MEDRONHO

Vem aí uma semana em que Odemira, e por quem lá passar, só vai ver medronho, pois inicia-se dia 20 a “Semana Gastronómica de Odemira” e a estrela será o medronho.

Até dia 26 de novembro, vai poder provar diversos pratos ou petiscos e sobremesas com medronho nos diversos restaurantes.

ALENTEJO NA LISTA MUNDIAL DOS 100 DESTINOS DE SONHO

Não importa em quantos países já esteve porque há sempre um novo lugar para descobrir. E a escolha é tão grande entre culturas, paisagens e países, que se torna impossível escolher quais os melhores destinos de sonho.

PETRÓLEO NO ALENTEJO: ENI/GALP QUER FURAR

São nove os furos que o consórcio ENI/GALP tinha previsto realizar nas três zonas marítimas offshore, a menos de 50 quilómetros da costa do Parque Natural do Sudoeste Alentejano, na Costa Vicentina.

POLACOS TAMBÉM SE RENDERAM A ALCÁCER DO SAL

Passou pela França, pela Alemanha, pela Bulgária, pela Espanha, pelos Estados Unidos e venceu em todos. Chegou à Polónia e fez o mesmo; o filme promocional do Município de Alcácer do Sal foi à Polónia participar no 12th FilmAT Film, Art & Tourism Festival, em Varsóvia – capital polaca – e trouxe estatueta vencedora na categoria “Best Script”.

A conquista polaca representa já o sétimo galardão internacional “Live a Day in Alcácer” arrebatou, naquela que é uma produção audiovisual da Ideias com Pernas, realizada por David Mendes, numa produção executiva da InfoPortugal.

TAILANDESES VÃO INVESTIR 120 MILHÕES NA ARTLANT EM SINES

O grupo tailandês Indorama Ventures já declarou interesse em comprar por 28 milhões de euros a falida Artlant em Sines e vai investir 120 milhões na fábrica ARTLANT, que é a segunda maior produtora de ácido tereftálico purificado (pta) da Europa com uma capacidade de produção instalada de 700,000 toneladas/ano. Este sólido incolor tem seu principal uso como precursor na formação do polímero poliéster PET, em combinação com o etilenoglicol, utilizado na produção de vestuário e garrafas plásticas.

SUIÇOS INVESTEM 200 MILHÕES EM GRÂNDOLA

O grupo de investidores imobiliários Vanguard Properties lançou hoje em Grândola a 1.ª pedra de um complexo com 200 moradias, num investimento calculado em 200 milhões de euros, apenas com capitais próprios.

O empreendimento, na Aldeia da Muda, pretende atrair tanto portugueses como estrangeiros prevê campos desportivos, parque infantil, serviços e comércio de apoio às moradias com tipologias que vão desde o T0 ao T3, entre os 60 e os 200 metros quadrados, com jardim e piscina.

ALENTEJO: EMPRESA DE PROSPECÇÃO DE PETRÓLEO FOI SUBCONTRATADA ANTES DE CONSULTA PÚBLICA

A denúncia partiu ontem da Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) que descobriu que antes mesmo da consulta pública acerca da exploração de petróleo na Costa Alentejana e no Algarve, já o consórcio que detém a licença de exploração, composto pela ENI-Galp havia contratado uma empresa que se instalou no Porto de Sines e cuja missão é apoiar a prospecção de petróleo.

Páginas