Está aqui

Cinema

Cine-Caravana mostra cinema português por todo o país

A partir do final de julho e até 11 de setembro, a Cine-Caravana, uma carrinha com uma tela, vai estacionar em 27 cidades portuguesas para mostrar filmes nacionais em praças ao ar livre, sempre com entrada gratuita, avança o jornal Público.

Santiago do Cacém lança obras de um milhão em recuperação de antigo Cinema

A empreitada do projeto de recuperação do edifício do Cinema de Alvalade, de cerca de um milhão de euros, em Santiago da Cacém, já foi adjudicada 

Ciclo de cinema ao ar livre preenche sábados à noite em Évora

As noites de sábado em Évora vão receber um ciclo de cinema ao ar livre, com a projeção de “filmes exemplares”, alguns musicados ao vivo, já a partir do próximo dia 3 de julho, até 28 de agosto, adianta a agência Lusa.

O ciclo Cinema Paraíso é promovido pelo Centro de Arte e Cultura (CAC) da Fundação Eugénio de Almeida (FEA) e vai ter lugar no Jardim Tardoz daquele equipamento cultural, sempre ao sábado, às 21h30, com entradas livres, mas limitadas à lotação da plateia, de acordo com a organização.

O barranquenho chega ao cinema

Começará a ser filmado já em junho o primeiro filme em dialecto barranquenho.

A iniciativa surge pela mão da autarquia de barrancos e conta com o apoio da CIIMBAL.

A Setespinhas – Associação Cultural será a produtora deste primeiro filme em barranquenho e, neste sentido, está procurando pessoas de Barrancos, interessadas em participar como ator/atriz, nas filmagens desta curta-metragem “A água que ateou o fogo”.

Prazer, Camaradas! estreia em Évora

Prazer, Camaradas!, de José Filipe Costa – uma produção e distribuição Uma Pedra do Sapato - estreia  a 24 de Abril, às 10h30, no Cineclube de Évora, no Auditório Soror Mariana (com a presença do realizador).

Odemira cria fundo de 50 mil euros para apoiar agentes culturais

A Câmara Municipal de Odemira criou um Fundo de Apoio Extraordinário aos Agentes Culturais do concelho, no valor total de 50 mil euros, devido à pandemia de covid-19.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o município anunciou a constituição do fundo e revelou que a fase de candidaturas está aberta e decorre até ao dia 30 deste mês.

De acordo com a autarquia, o objetivo é “minimizar o impacto da suspensão da atividade dos artistas e associações do concelho em consequência da pandemia da covid-19”.

Em setembro, as curtas metragens regressam a Évora

Em setembro, o icónico FIKE – Festival de curtas metragens regressa a Évora para comemorar o 20º aniversário.

De 20 a 25 de setembro decorrerá assim mais uma edição do FIKE, a 17ª,  e serão atribuídos prémios para a melhor ficção, documentário, animação e melhor curta-metragem portuguesa – Prémio Novos Talentos (prémio monetário). Serão ainda atribuídos Diplomas e Menções Especiais.

Castelo de Marvão acolhe gravações de nova série da RTP

O Castelo de Marvão foi escolhido para acolher, durante o mês de junho, parte das gravações da nova série “A Rainha e a Bastarda”, produzida pela “Fado Filmes”, de Luís Galvão Teles, com o apoio da RTP (Rádio Televisão Portuguesa), do ICA (Instituto de Cinema e Audiovisual) e do PIC (Cash Rebate).

Em nota de imprensa, a autarquia salienta a “importância do apoio a esta iniciativa, por se tratar de uma oportunidade única para promover e divulgar Marvão e o seu Castelo”.

Filmes promocionais do Alentejo conquistam prémios em festival internacional

Dois filmes promocionais sobre a região do Alentejo, promovidos pela Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo, foram premiados no Festival Golden City Gate, em Berlim, na Alemanha.

Segundo a Rádio Pax, o filme “Alentejo – Caiado de Fresco” ficou em 2.º lugar, na categoria “Destinos Turísticos”, enquanto a película “Caminhos de Santiago Alentejo e Ribatejo” conquistou um galardão idêntico, na categoria “Ecoturismo” desta competição internacional.

Candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura lança ciclo de documentários

A Candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027 lançou, no passado dia 7 de fevereiro, um ciclo online de pequenos documentários que semanalmente, até novembro, vai dar a conhecer histórias sobre pessoas, projetos e instituições da comunidade, adianta a Lusa.

A iniciativa, designada de #SENDO, pode ser acompanhada através das páginas de Évora 2027 nas redes sociais Facebook e Instagram e no YouTube. O primeiro episódio é “protagonizado” por Zélia Parreira, diretora da mais antiga biblioteca pública portuguesa, a Biblioteca Pública de Évora.

Páginas