Está aqui

Opinião

O gato cinzento

Há molduras à minha volta. Elas abraçam-me e é fácil de distinguir o cheiro a antigo. Há pinturas nelas de sem abrigos que berram solidão e pedidos de ajuda. Os pretos nas mesmas trazem até mim arrependimento.

Caminho até à rua com passos lentos sabendo o que me espera. São três da manhã e a lua está desenhada de forma a cintilar e refletir no preto dos meus olhos. O frio cumprimenta cada pelo no meu braço e relembro o quão quente estava há minutos. O vento brinca suavemente com os meus caracóis e sinto o meu corpo a congelar.

O espaço entre o tudo e o nada

Definimos o vazio como a ausência de matéria. Onde ele existe não há mais nada. Pode ser uma sensação, pode ser um espaço físico. Poderá até ser muito mais, dependendo da nossa imaginação. O vazio não tem nada, o que faz dele passível espaço onde alguma coisa se pode instalar.

Tudo é o absoluto. Define o completo e o complexo. Nele a totalidade é suma. Há, no tudo, absolutamente tudo. Ele pode definir-se por antítese ao nada.

Os Rendeiros

Há poucos dias atrás tivemos o foragido à justiça, João Rendeiro, em entrevista ao canal CNN Portugal, a mostrar os seus melhores dotes de verdadeiro artista. Este é um daqueles casos de demonstração clara da impunidade de certas personagens, as quais usam as brechas e lacunas do sistema de justiça a seu bel-prazer.

Recordo que João Rendeiro foi condenado a penas de prisão efetiva em três processos diferentes, todos relacionados com o colapso do BPP. No entanto, esclarece que é um caso de "resistência à Justiça injusta".

Vezes sem conta

Somadas,

todas as poucas vezes que vou à Terra

nunca serão muitas vezes;

no futuro direi que foram

insuficientes,

ou então tentarei agradar a mim próprio

e no pensamento que me convier

assumirei que a quantidade foi fraca;

mas, ainda assim, tudo me valeu a pena

pela qualidade das poucas vezes.

---------------------------------------------------------------------------

Parraça, a "máquina" fura-redes

No domingo fui à bola, no campo João de Figueiredo, em Vila Viçosa. A tarde estava cinzenta e o frio do Outono fazia-se sentir. O Calipolense jogava contra a equipa do Aguiar, com quem disputa os lugares cimeiros da tabela da Liga AFE.

Décimas na Igrejinha, uma tradição bem viva

Décimas em Honra de Nª Srª da Consolação – Igrejinha, uma tradição bem viva.

Continuamos a nossa viagem pela incrível cultura popular alentejana. Desta feita, relembramos uma das mais conhecidas artes do Alentejo – a poesia popular. Uma verdadeira riqueza cultural coletiva. Longe vão os tempos em que, à volta do lume, os trabalhadores rurais se juntavam e declamavam as décimas em forma de despique. Sem o fulgor de outrora, os poetas populares, de forma entusiasta, ainda permanecem em grande parte da região.

O percurso para o esquecimento

É bastante fácil imaginar um percurso. Aquilo que pensamos, os planos que fazemos, as ideias que concebemos, tudo o que faz parte do interior da nossa cabeça, dos nossos atos, da nossa ação, podem tornar-se, ou não, realidade.

O percurso, fruto do desejo, do anseio, transforma-se e muta-se tantas vezes, fazendo parte de sonhos ou de realidades.

Por isso, o caminho que nesta crónica traçamos pode ser qualquer um…

Qualquer caminho que se trace, na Europa, aqui nos Estados Unidos, ou em qualquer lugar, há sempre um percurso a ser percorrido. Temos um

Procuro o meu rosto no espelho: mudou, por isso parti-o e fui punido

(Busco mi cara en el espejo; es otra.

Por eso lo rompí y me castigaron.)

Procuro o meu rosto no espelho: mudou, por isso parti-o e fui punido.

 

- Olá, eu não te vejo há muito tempo.

- Quanto tempo?

- Eu não sei exatamente. Tu pareces mudado na aparência.

Para

Para de me puxar. Eu quero ficar.

Para de gritar. Não quero chorar.

Desamparada e com as pernas a tremer, o meu corpo é projetado contra o chão frio que cumprimenta todos os meus pelos em pé, por esta altura, arrepiados. Os meus olhos fixam-se na grande e vazia parede branca e dava tudo para voltar a ver aquela estrela cadente.

- Larga-me! - Imploro de novo como se fosse o refrão de uma canção. - Por favor - Suplico e o meu suspiro sai mais alto do que eu estava à espera.

Semelhanças e diferenças

No contexto global e no atual estado de desenvolvimento das sociedades, parece-nos bastante importante perceber as formas de atuação, as ideologias, as premissas, os acontecimentos e as suas consequências. No atual estado daquilo que é global, os blocos regionais tantas vezes se assemelham e se diferenciam em pontos comuns de observação e análise.

Páginas