Está aqui

Artigos publicados

As mães estão em perigo!

Há 38 anos que a mortalidade materna não era tão elevada. Em 2020 morreram 17 mulheres por complicações da gravidez, parto ou puerpério. Face aos números, dramáticos, a DGS criou uma equipa de especialistas para investigar as causas, já que ocorreram maioritariamente em instituições de saúde, ainda não há resultados ou conclusões, mas parece claro para vários especialistas que a "degradação dos cuidados obstétricos", o aumento da idade da gravidez e de grávidas "com patologias", são algumas das causas óbvias.

Mitigar o preço da energia

A guerra na Ucrânia tem inúmeros e significativos impactos no domínio da energia, levando à subida generalizada dos preços e obrigando os Estados a prever medidas para proteger os consumidores, seja no domínio dos combustíveis, do gás ou da eletricidade. Este aumento de preços já se registava no último trimestre de 2021, tendo acentuado a volatilidade e a incerteza neste domínio, que se repercute todos os dias na vida dos portugueses, das empresas e das instituições.

E agora, Europa?

O mundo mudou. A bárbara invasão da Ucrânia pela Rússia obriga a inúmeras reflexões que nunca quisemos, seriamente, fazer. Ainda em pandemia mundial, e com uma seca que assola a península ibérica, Putin é o ditador que se segue e surpreende (ou não) com tiques de saudosismo imperialista. Nunca o levámos a sério. E agora?

Quem está nas trincheiras connosco?

Costa sucede a Costa

António Costa concretizou o seu sonho: governar com maioria absoluta e sem depender dos partidos à sua esquerda. Tem agora uma oportunidade única para reformar o país. Desburocratizar licenciamentos, agilizar procedimentos administrativos, ser implacável com a corrupção, retomar a paixão da educação, encarar a lentidão da justiça portuguesa como um entrave à atividade económica e ao investimento estrangeiro.