Está aqui

Artigos publicados

Sabia que a primeira reunião dos capitães de abril decorreu no Alentejo?

A primeira reunião dos capitães de abril decorreu a 9 de setembro de 1973 no Monte do Sobral em Alcáçovas / concelho de Viana do Alentejo

No dia 9 de setembro de 1973, há precisamente 48 anos, decorreu a primeira reunião que juntou os capitães de abril.

Segundo relatos dos seus principais intervenientes, o ponto de encontro ocorreu nos jardins do Templo de Diana, em Évora, mas porque o local era demasiado visível, deslocaram-se para o Monte Sobral, uma quinta de Alcáçovas, concelho de Viana do Alentejo.

A importância dos 542 anos Tratado das Alcáçovas

O Tratado das Alcáçovas é provavelmente o primeiro tratado de paz escrito em toda a Humanidade. Não só tem essa relevância histórica, como é um dos primeiros documentos promotor da globalização.

Temos a sorte de ter sido celebrado em Alcáçovas. Esse grande acontecimento com data de 4 de setembro de 1479, está umbilicalmente ligado às epopeias dos descobrimentos, e merece ser bem tratado. Merece relevância nacional e internacional, ao mesmo nível que, há muito tem, o Tratado de Tordesilhas.

Uma homenagem aos mestres chocalheiros de Alcáçovas

Alcáçovas tem aprovada pela UNESCO o fabrico de chocalhos como Património Cultural Imaterial da Humanidade. Este reconhecimento dá notoriedade à freguesia das Alcáçovas, ao concelho de Viana do Alentejo e a toda a região Alentejo.

É um grande prestígio!

Este reconhecimento é devido aos Mestres Chocalheiros alcacovenses que ao longo dos últimos séculos têm desenvolvido ininterruptamente esta nobre arte.

Censos 2021 – Péssimos resultados para o Alentejo

Neste momento já se encontram publicitados os resultados dos Censos 2021. Na realidade, são os resultados apurados antes da conclusão de todo o processo de tratamento e validação final da informação. Os mesmos baseiam-se em contagens das unidades estatísticas provenientes da fase de recolha.

Dos resultados apresentados podemos observar que a população residente em Portugal, à data de referência dos Censos 2021, é de 10 347 892, representando um decréscimo de 2,0% face a 2011.

E os burros somos nós?

Qual a razão porque o Alentejo não foi contemplado nos descontos das portagens das autoestradas?

O mais recente modelo de descontos na taxa de portagem nas autoestradas que entrou em vigor há pouco tempo (1 de julho de 2021), trás consigo uma redução de 50% nalguns lanços das autoestradas A22 – Algarve; A23 – IP; A23 – Beira Interior; A24 – Interior Norte; A25 – Beiras Litoral e Alta; A28 – Norte Litoral; A4 – Subconcessão AE transmontana; A4 – Túnel do Marão; A13 e A13-1 – Subconcessão do Pinhal Interior

Cabrita para dar e vender

O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, é efetivamente alguém impressionante!  Este ministro tem um ´´talento´´ especial em fazer todo o tipo de asneiras. É um verdadeiro superministro das argoladas e é o melhor que há para a oposição.

Mas uma coisa é certa, é sem dúvida o verdadeiro PRR deste Governo. Associado ao ministro existe sempre um verdadeiro Plano de Recuperação e Resiliência. Quando parece irremediavelmente perdido, lá acaba por ser salvo (mais uma vez) pelo Primeiro-ministro António Costa. Um amigo do coração!

A importância da água na nossa comunidade

O papel da água é cada vez mais determinante em todo o planeta, sendo que é um elemento decisivo para a sobrevivência de animais e vegetais, além de ser altamente relevante para inúmeras atividades dos seres humanos. A água é sinónimo de vida!

A falta de água em territórios como o Alentejo é uma ameaça, uma vez que a água é fonte de vida. A presença da água é para nós tão vulgar, que só damos conta da sua importância quando ela nos faz falta.

Para quando o novo o Hospital em Évora?

A pergunta que se deve colocar novamente é: para quando o arranque das obras de construção do novo Hospital Central do Alentejo, em ÉVORA?

Já várias vezes foram anunciadas datas, todas elas foram claramente ultrapassadas, sem que nos tenham dado uma nova previsão. Penso que um esclarecimento não ficava nada mal ao Governo!

Há bem pouco tempo atrás tivemos a informação que seria necessário a elaboração de um Estudo de Impacto Ambiental (EIA). Quando questionei sobre a possibilidade de a obra avançar sem que o EIA estivesse elaborado, fui informado que era possível.

Onde estão implementadas as medidas apresentadas há 3 anos atrás pelo ´´Movimento pelo Interior´´?

Precisamente há 3 anos atrás o Movimento pelo Interior (MPI) colocou os problemas destes territórios do interior na agenda política, dando início a um caminho que alguns dos seus representantes apelavam à "coragem política" para que fosse concretizado nas próximas legislaturas.

O respetivo relatório, foi apresentado em Lisboa, numa impressionante cerimónia que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com o primeiro-ministro, António Costa, e com o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

Odemira, há muito que se assobia para o lado

Segundo informações que surgiram nos últimos tempos, estima-se que cerca de seis mil trabalhadores agrícolas vivam em casas sem condições em Odemira.

Este valor representa quase metade do número total de imigrantes no concelho.

Também já há bastante tempo se houve falar dos problemas de habitabilidade que estes imigrantes são sujeitos. Em alguns casos refletem também a exploração a que muitos são sujeitos.

Páginas