Está aqui

Artigos publicados

Quem quer apagar o 25 de Novembro?

O 25 de Abril acabou com o regime de Salazar / Marcelo. O 25 de Abril abriu as portas à Democracia e à Liberdade. O 25 de Novembro garantiu a Democracia e a Liberdade. O 25 de Novembro consolidou o 25 de Abril.

Na minha opinião as duas datas são fundamentais para a consolidação do processo democrático português.  Por isso mesmo, estranho a débil, ou quase inexistente, evocação ao 25 de novembro.

Recentemente completaram-se os 45 anos do 25 de novembro de 1975 e, pelo que se pode notar, praticamente nenhum órgão de comunicação social relembrou esta data histórica.

Há homens grávidos e doentes com 134 anos?

Os dados que têm sido disponibilizados pela Direção Geral de Saúde (DGS) aos cientistas que ao longo do tempo têm analisado a evolução da covid-19 em Portugal, e que têm sido utilizados como base ao Governo e aos médicos para decidir como combater a pandemia, contêm erros graves e alguns completamente absurdos.

Orçamento do Estado 2021 e os divórcios anunciados

Recentemente foi aprovado na generalidade o Orçamento do Estado (OE) para 2021. Na prática, todos sabíamos que, de uma forma ou de outra, este OE teria a sua aprovação garantida. Com Bloco de Esquerda (BE) ou com Partido Comunista Português (PCP), o OE 2021 seria aprovado. É pelo menos a minha convicção.

Note-se que, no contexto atual, apesar de não concordar com este Orçamento de Estado, é bem melhor ser aprovado do que ser chumbado.

Posto isto, a novidade no meio disto tudo foi o divorcio do BE com a famigerada geringonça que nos governou durante os últimos 5 anos.

Stayaway Costa

A iniciativa de obrigatoriedade de instalar a aplicação eletrónica Stayaway Covid nos telefones das pessoas é completamente estapafúrdia. É aberrante e abusiva, isto porque coloca claramente em causa a privacidade e os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos.

Como resolver os danos provocados pela crise?

Segundo um artigo recente no JN, há mais famílias a pedirem dinheiro para pagar contas. A Diocesana do Porto está a receber pessoas encaminhadas pela Segurança Social. O Banco Alimentar apoia 440 mil.

Covid-19: Qual o comportamento esperado da Economia?

´´O impacto da pandemia do novo coronavírus sobre a economia provocará este ano uma queda da atividade de 4,5%, estimativa que revê em alta os cálculos anteriores da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que não esconde que a recuperação será lenta e incerta. No relatório, com perspetivas intermédias, a organização melhora em 1,5 pontos percentuais a sua estimativa avançada em julho, embora sinalize que o PIB mundial crescerá 5% em 2021, duas décimas menos do que o estimado há dois meses. ´´ Jornal i

Cuidado, camarada!

Este fim de semana decorre a Festa do Avante. No entanto, este ano a Festa do Avante está no centro da polémica em Portugal. Esta tradicional festa popular que é organizada anualmente pelo Partido Comunista Português arrancou num contexto particular, devido à pandemia de coronavírus, e tem sido marcada pelas críticas por uma boa parte da opinião pública, que condena a organização do evento e acusa a Direção Geral de Saúde e o governo de cederem ao PCP.

O PS quer ser o "dono disto tudo"

Com a eleição dos presidentes das CCDRs, o PS vai querer ser o dono disto tudo.

Inicialmente o Grupo Parlamentar do PSD entregou uma apreciação parlamentar do Decreto-Lei, de 17 de junho, que altera a orgânica das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR). O PSD considerava que esta proposta carecia de explicação do Governo a “alegada democraticidade que sustenta a iniciativa”, nomeadamente que “a eleição em detrimento da nomeação dê depois lugar a uma possibilidade de destituição”, parecendo “ignorar as virtudes” da presumível democraticidade.

Sucata da CP - um excelente negócio

Recentemente o Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos anunciou em um negócio espetacular efetuado pela CP, de copra de 51 carruagens usadas e que vão ser reabilitadas nas oficinas de Guifões, as quais foram compradas por 1,65 milhões de euros, o preço aproximado de duas carruagens novas.. Segundo o governante, com um investimento substancialmente inferior, a CP conseguirá reforçar mais rapidamente o seu parque com carruagens mais modernas.

Covid-19: Estragaram tudo e em pouco tempo

O País viveu cerca de mês e meio em estado de emergência, seguidos de dois meses em estado de calamidade. Será que os resultados são bons? Já estamos a entrar no verão, o qual trás associado o período de gozo de férias e a época de visita de muitos turísticas, a vinda dos nossos emigrantes, mas também a abertura de fronteiras. Será que estamos preparados para esta nova e diferente etapa?

Páginas