13 Fevereiro 2017      16:33

Está aqui

DEPUTADO TRAVA ABATE DE ÁRVORES HISTÓRICAS EM MARVÃO

O que parecia um dia normal de trabalho, numa intervenção programada pelas Infraestruturas de Portugal e que incluia o abate de dez freixos centenários e classificados com o estatuto de árvore de interesse público no eixo na Estrada Nacional 246-1, que liga Marvão a Castelo de Vide, acabou de forma atribulada com uma intervenção direta do deputado Luís Testa, eleito pelo PS em Portalegre.

Os trabalhos no “Túnel das Árvores Fechadas” foram suspensos após intervenção do deputado junto da tutela, conseguiu que fosse dada ordem para interromper o abate das árvores centenárias. Durante os trabalhos de preparação, vários organismos, entre os quais a autarquia de Marvão, foram informados mas não foram tomadas medidas para impedir que os trabalhos começassem, segundo uma declaração dos socialistas de Portalegre, feita chegar a esta redação.

“Estamos perante um património natural de grande importância para a região. O complexo de freixos centenários que transforma uma simples recta de uma estrada num ícone do concelho de Marvão e do distrito de Portalegre constitui um factor de riqueza evidente e que é valorizado não só pelas populações como pelos visitantes. Este património não pode sofrer intervenções indiscriminadas. É necessário fazer um trabalho que assegure a sustentabilidade destes símbolos tão importantes para a região”, explicou Luís Moreira Testa.

Este eixo na Estrada Nacional 246-1, que liga Marvão a Castelo de Vide, é ladeado por quase três centenas de freixos centenários (com quase 30 metros de altura). O valor natural levou a que o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas tivesse atribuído, inclusivamente, o estatuto de Árvore de Interesse Público. 

1 Comment

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.
Francisco Pedroso (não verificado)    2 anos 8 meses
Comentário: 
Falta referir na notícia as razões para o abate? Eram árvores doentes?