Está aqui

Alentejo

A PAISAGEM ROMANA DE FRONTEIRA SERÁ ESTUDO INTERNACIONAL

A paisagem romana de Fronteira será alvo de um estudo que envolve especialistas e alunos da Universidade de Évora e da universidade alemã de Leiden.

Neste projeto de investigação, o objetivo é estudar a Idade do Ferro e o período romano no Alentejo, o que permitirá comparações mais amplas com outras áreas do Mediterrâneo Ocidental

TURISMO CONTINUA A CRESCER NO ALENTEJO

Os números do Turismo no Alentejo continuam em crescimento e, no passado novembro, as dormidas registaram uma subida de 21,4% face ao período homólogo, segundo dados do INE - Instituto Nacional de Estatística.

Esta subida foi generalizada em Portugal, mas os números registados no Alentejo bateram todos os outros, tendo sido registados os mesmos resultados quanto aos ganhos, tendo o Alentejo aumentado em 28,2%.

FERREIRA DO ALENTEJO E PARIS LIGADAS POR “LUGARES SAGRADOS”

Será no Museu Municipal de Ferreira do Alentejo que, a 2 de fevereiro, será inaugurada a exposição de fotografias “Lugares Sagrados: as Cubas do Sul de Portugal”, de Luís Ferro.

A exposição tem percorrido o Alentejo - já esteve patente na Igreja do Salvador, em Évora, e no Centro Cultural Raul de Carvalho, em Alvito – e é constituída por um conjunto de fotografias e mapas que revisitam as “cubas”, pequenas construções de cúpula hemisférica ou cónica que são marca da paisagem do sul de Portugal.

EM SINES DIZEM "I LOVE CARNAVAL"

"I Love Carnaval" é o mote para celebrar o Carnaval em Sines e começa já hoje.

Este ano, prometem muitas novidades, surpresas e garante a diversão com os tradicionais Baile de Máscaras, Carnaval dos Pequeninos e desfile, entre 9 e 13 de fevereiro.

Hoje, 20 de janeiro, começa a festa "I Love Carnaval" um espetáculo que conta com a boa música da Sociedade Musical União Recreio e Sport Sineense e com dj Rui Miguel Gomes, numa organização do Carnaval de Sines 2018 em parceria com Siga a Festa - Associação de Carnaval.

SUÍÇOS COMPRAM ENERGIA ALENTEJANA

A empresa suíça da área energética Axpo vai comprar energia de uma central solar alentejana, durante 10 anos.

A eletricidade comprada será proveniente de uma central localizada no distrito de Évora e com uma potência de 28,8 megawatts e que ainda nem está construída.

A entrar em produção em 2019, prevê-se que a produção anual estimada seja de 50 gigawatts hora e que poderá fornecer eletricidade a cerca de 14 mil famílias.

Esta central é propriedade da Dynavolt Renewable Energy Europe e conta com uma participação minoritária de investidores portugueses.

 

DE VENDAS NOVAS PARA O AFEGANISTÃO

Será de Vendas Novas -  do Regimento de Artilharia n.º 5 - que sairá uma equipa de 20 militares instrutores que irá ministrar formação ao exército afegão, no segundo semestre deste ano.

Envolvidos numa missão da NATO – juntamente com mais 39 países - a equipa do exército português será multidisciplinar e contará com elementos do centro de tropas especiais.

MAIS UM FIM-DE-SEMANA DE GUERRA EM ELVAS

A segunda edição do Festival de Cinema de Guerra da Raia continua este fim-de-semana, no Auditório São Mateus, em Elvas.

Este ano, em concurso estão 7 filmes e o programa inclui 2 workshops e 8 conferências, sendo exibidos no total 24 filmes com a presença de alguns atores e realizadores, para além de uma maratona StarWars.

Fica o calendário para o próximo fim-de-semana:

-Sexta-Feira às 21H30 no auditório São Mateus- A GRANDE MURALHA de Zhang Yimou

-Sábado às 15H30 no auditório São Mateus- PHOENIX de Christian Petzold

AVES DE RAPINA NOCTURNAS EM ÉVORA

Já esteve em destaque no World Owl Conference 2017 e agora vai para Évora. Falamos da exposição “As aves de rapina nocturnas em Portugal”, da autoria dos fotógrafos Artur Vaz Oliveira, Pedro Marques e Pierre Lemos que vai estar aberta ao público entre 20 de janeiro e 14 de fevereiro no Palácio de D. Manuel, Jardim Público de Évora (2ª a 6ª 9h00-12h00 e 13h00-17h00, Sábados 13h00-17h00).

SOMINCOR TRAVA INVESTIMENTO DE 260 MILHÕES DE EUROS NO BAIXO ALENTEJO

A SOMINCOR que explora a mina Neves-Corvo em Castro Verde, no Baixo Alentejo vai adiar para data incerta o investimento de 260 milhões de euros no Projeto de Expansão do Zinco sustentando a sua decisão nas "perturbações laborais ocorridas no último trimestre de 2017 e a possibilidade de ocorrência de novas greves no primeiro trimestre de 2018".

TERRAS SEM SOMBRA É OUVIR E SENTIR O ALENTEJO

Nasceu em Beja em 2013, pelas mãos da Diocese de Beja, e fez imediatamente renascer o espaço sagrado das igrejas que recebiam os concertos do evento em forma de temporada. O sucesso foi tão grande que se estendeu para fora do Baixo Alentejo levando o valor da música e do património a cada vez mais gente.

Páginas