Está aqui

Marvão

No Alentejo, há uma festa como se fazia há 2000 anos

Vai ser na cidade Romana de Ammaia que se vai celebrar uma festa como se fazia há 2000 anos e ao melhor estilo romano.

Marvão pede 1,1 milhões de euros para novas escavações na cidade romana de Ammaia

Município, Comunidade Intermunicipal (CIMAA) e Fundação Cidade de Ammaia uniram-se num consórcio para apresentar uma candidatura ao Portugal 2020 no valor de 1,1 milhões de euros para dar início a novas escavações na cidade romana de Ammaia, candidatura que deverá merecer aprovação ainda este ano.

O projeto prevê um período de três anos de escavações naquela que é uma das maiores atrações turísticas da região e que pretende reforçar o interesse dos visitantes no chamado triângulo turístico de Marvão, Castelo de Vide e Portalegre, por ser considerar subaproveitada.

Marvão restabelece rota do contrabando

Durante décadas o contrabando foi a principal forma de vida e sustento para muitos alentejanos a viver junto à fronteira. Café, porcelanas e outros produtos eram carregados às escondidas da polícia, entre sinuosos caminhos que separavam Portugal da Espanha e, depois de vendidos do lado de lá da fronteira, significavam grande parte das vezes o único sustento das famílias.

Alguns dos caminhos, utilizados pelos contrabandistas, podem ser revisitados através do “Percurso do Contrabando do Café”. Uma caminhada promovida pelo Município de Marvão e que decorre amanhã, dia 4 de maio.

Marvão lança bicicletas que usam caminho de ferro desativado

A iniciativa é privada e aproveita o antigo corredor ferroviário no ramal de Cáceres, desativado, no troço Beirã - Castelo de Vide -Beirã, para uma nova maneira de se passear pela Serra de S. Mamede.

Mesas de Marvão cheias de “Comidas de Azeite”

As mesas de Marvão estão cheias de “Comidas de Azeite”. Já começou a 14ª edição das “Comidas de Azeite” e que – até 17 de março – vão levar às mesas de quinze restaurantes do concelho de Marvão comidas em que o azeite desempenha um papel central.

Hotel cinco estrelas de 2,2 milhões de euros vai nascer em Marvão

A Vila de Marvão ganha o seu primeiro hotel de cinco estrelas, num investimento estimado de 2,2 milhões de euros e cuja conclusão se prevê para 2021. Segundo o Município de Marvão, o futuro hotel de cinco estrelas vai nascer na Casa da Janela Manuelina, dentro do Centro Histórico da Vila, que será adaptado em hotel de charme, tendo já projeto aprovado pelo Turismo de Portugal.

O investimento é espanhol e vai ser o primeiro do género feito no Alto Alentejo.

 

Évora, Marvão e Ourique: mais 15 estrelas para o Alentejo

Novos investimentos em hotelaria podem vir a representar mais 15 estrelas para o Alentejo.

Um deles é o Paço de Valverde, em Évora, e que vir a ser recuperado e ser uma unidade hoteleira de 5 estrelas.

Marvão: vai ser difícil evitar a visita em 2019

Neste ano de 2019, Marvão – que celebrou esta semana o 121º aniversário da Restauração do Concelho - pode tornar-se num destino inevitável.

Para tal contribui o vasto e variado calendário de eventos e que se alia à já conhecida beleza natural e patrimonial.

Turistas estrangeiros aumentam em Marvão

Marvão no Alto Alentejo registou mais de 41 mil visitantes em 2018, mais 2500 que no ano anterior. Os números, fornecidos pelo município, apontam que Marvão ainda é procurado preferencialmente por portugueses (14 525) mas os espanhóis ( 8 321) e os franceses (3 932) fazem pender a balança para os visitantes estrangeiros. Mas 2018 teve uma particularidade e que foi o aumento de visitantes de Taiwan que passaram de 2 588 em 2017 para 3 084 em 2018.

Monsaraz, Évora e Marvão: perfeitas para uma escapadela de fim de semana, dizem os espanhóis

São três localidades alentejanas as que a revista de sociedade espanhola “Hola” destaca como ideias para que os “nuestros hermanos” possam fazer uma escapadela perfeita de fim de semana: Monsaraz, Évora e Marvão.

De Monsaraz, diz a revista que a vila se avista ao longe no vale do Guadiana, falando nas suas muralhas e torres, mas também nos caminhos plenos de oliveiras e sobreiros até lá chegar e ao conjunto de ícones megalíticos que a região dispõe.

Páginas