Está aqui

Paz

25 crianças mutiladas por dia e a sua preocupação é ofender?

Haver 25 crianças mutiladas por dia, durante os últimos dez anos, não é uma notícia má: é péssima. As diferentes guerras e conflitos, existentes por todo o mundo, foram responsáveis por 93 mil mortes ou mutilações infantis, desde 2010.

"Imagine viver com o medo constante de que hoje pode ser o dia que seu filho será morto em um ataque suicida ou num ataque aéreo. Essa é a cruel realidade de dezenas de milhares de pais afegãos que têm filhos que foram mortos ou feridos", palavras de Chris Nyamandi, diretora do “Save the Children” no Afeganistão.

DE VENDAS NOVAS PARA O AFEGANISTÃO

Será de Vendas Novas -  do Regimento de Artilharia n.º 5 - que sairá uma equipa de 20 militares instrutores que irá ministrar formação ao exército afegão, no segundo semestre deste ano.

Envolvidos numa missão da NATO – juntamente com mais 39 países - a equipa do exército português será multidisciplinar e contará com elementos do centro de tropas especiais.

ÉVORA EM REFLEXÃO PELA PAZ

O génio Albert Einstein disse que “A paz é a única forma de nos sentirmos realmente humanos.”

A paz é, como se sabe, uma das condições mais essenciais ao ser humano e é um tema que exige uma profunda reflexão.

É como base nesta premissa que o Núcleo de Évora do CPPC – Conselho Português para a Paz e Cooperação, irá realizar este sábado, pelas 15.30h, no Salão Nobre do Teatro Garcia Resende, uma sessão de debate e reflexão pública e aberta a todos os interessados.

HOLOCAUSTO – 72 ANOS DEPOIS

Era esta a frase inscrita nos campos de concentração nazis: “o trabalho liberta-nos”. Durante anos, nestes campos, foram cometidas as maiores atrocidades entre seres humanos. Como disse George Steiner “Para muitos homens o ambiente de paz parece mais sufocante do que o ar revigorante da guerra.”

E SE ALEPO FOSSE AQUI?

Ninguém que conheça uma criança deve passar sem se deter nesta imagem.

Quem é? Onde é? O que fez? Nenhuma das respostas a estas perguntas justificará a imagem que vê.

Centenas de imagens e vídeos foram libertadas e partilhadas por pessoas prestes a morrer durante a “tomada de Alepo”. Guardo um vídeo em especial, pelas semelhanças comigo, o vídeo de Abdulkafi Alhamdo, pai, professor, jornalista e ativista – rebelde aos olhos do regime.

A CHAVE PARA A PAZ MUNDIAL

Num mundo marcado por tantos conflitos de vários tipos – Síria e restante Médio Oriente, Coreia do Norte, leste Europeu, pressão russa e chinesa, atentados terroristas, conflitos partidários no Brasil, entre outros tantos – há políticos que tentam resolver estes problemas com recurso à violência e às armas, como se essa fosse a solução para as relações internacionais; por vezes, aparenta ser só uma competição por mandar ou dominar ou por ganhar mais uns dólares, nem interessa como nem a que custo.

JÁ FOI DERRUBADO O MURO EM BERLIM?

"A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos. Pela liberdade, tanto quanto pela honra, pode e deve aventurar-se a nossa vida." Disse o espanhol Miguel de Cervantes, séculos antes do acontecimento que hoje se celebra.

Foi pela Liberdade que, no dia 9 de novembro de há 26 anos, o mundo estava colado à televisão a acompanhar o desenvolvimento do que se passava em Berlim, na Alemanha.

Quer por alegria, quer por medo, quer por um misto de ambas e outras tantas emoções, o derrube do muro de Berlim deixava o mundo em suspenso e nada seria igual.

UM TETO, TRÊS FÉS - O EXEMPLO ALEMÃO

Em Berlim está a ser projetada “A Casa de Um”, uma casa que será sinagoga, mesquita e igreja e onde judeus, muçulmanos e cristãos vão poder rezar.

A “Casa de Um”, um teto, um local, um templo, será partilhada como local confluente de diferentes fés em Berlim. Pelo menos assim o desejam um rabi, um imã e um pastor que estão a reunir fundos de modo a passar este projeto do papel à realidade.