Está aqui

Mundo

O Pecado Original

Um filósofo da política defendeu, numa entrevista, que o liberalismo económico, que teve o seu berço na forte política de liberdade dos mercados de Margaret Thatcher, é o responsável principal pela degradação do sentido de sociedade que assenta na ideia de comunidade solidária.
 

Migrantes são consequência, não o problema

Pelas entrelinhas de um Mundial de Futebol pleno de surpresas, a União Europeia reuniu e negociou um acordo sobre migrantes.

Foi revelado por muitos governantes que este é, de facto, um tema fraturante no seio da União, a mesma que nasce da fraternidade entre os povos e que decidiu agora – após árduas negociações - a criação de plataformas de desembarque de migrantes fora da União e a criação "voluntária" de centros de identificação de refugiados na Europa.

A imprensa livre é perigosa?

A imprensa livre é perigosa se as intenções de quem governa forem malignas ao regime democrático.

O dia 13 de abril foi instituído pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1993, como o “Dia Mundial da Imprensa” e que marca a defesa da UNESCO da liberdade de expressão e da liberdade de imprensa, fortes vias do pluralismo e considerados direitos humanos

TRUMP, O INCENDIÁRIO

Ao anunciar o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel Trump acendeu mais um rastilho de pólvora no Médio Oriente.

É uma decisão que para além de comprometer os esforços de paz e de afrontar o povo palestiniano, viola as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre o não reconhecimento da ocupação de Jerusalém oriental.

Mas é apenas mais um episódio de uma presidência desequilibrada, populista e, sobretudo, perigosa.

A GUERRA ACABOU HÁ 99 ANOS

Hoje, 11 do 11, celebram-se 99 anos do Dia do Armistício, efeméride que assinala formalmente o fim da Primeira Grande Guerra.

MARIZA APRESENTA "MUNDO" EM ELVAS

A fadista Mariza sobe ao palco do Coliseu Rondão de Almeida em Elvas no próximo dia 27 de maio, num concerto especial e intimista, para apresentar o seu mais recente álbum "Mundo".

O concerto em Elvas está integrado na tournée que levará a fadista a várias cidades europeias e da América do Sul.

MARIZA PROMETE ENCHER O COLISEU DE ELVAS

Mariza, um dos nossos maiores nomes do fado, sobe ao palco no Coliseu José Rondão Almeida, em Elvas, no dia 27 de maio, pelas 21h30 para cantar "Mundo", o seu mais recente disco. Porém Ó Gente da Minha Terra, Chuva e O Tempo Não Pára também farão vibrar o público que, espera a organização, lotará aquela sala de espectáculos.

Os bilhetes serão vendidos por preços a partir dos 15 euros.

Imagem de capa da movenoticias.com

FESTIVAL DE SINES PREMIADO NO IBERIAN FESTIVAL AWARD

Um ícone do verão alentejano – no que à música e multiculturalidade diz respeito- o Festival de Músicas do Mundo de Sines (FMM Sines) foi triplamente premiado na segunda edição dos Iberian Festival Awards - que teve lugar em Barcelona, Espanha - arrecadando os galardões para Melhor Programa Cultural ibérico e o de Melhor Festival e o festival com melhor promoção turística em Portugal.

Os Iberian Festival Awards são promovidos pela Associação Portuguesa de Festivais de Música e pretende distinguir os melhores festivais que se realizam em Portugal e Espanha.

2016 UM “ANO DE LOUCOS”

Com grandes perdas

O ano de 2016 foi sem dúvida marcado por perdas, pelo desaparecimento de grandes personalidades que marcaram o século XX.

Em todas as áreas da sociedade perdemos pessoas que deram um grande contributo nas conquistas da humanidade e do país: Muhammad Ali e Cruijff no Desporto; Prince, David Bowie e Leonard Cohen na música; Almeida Santos na Política; Alan Rickman e Nicolau Breyner na representação; Umberto Eco pelos contributos historiográficos ou João Lobo Antunes e Nuno Teotónio Pereira na Medicina e Arquitectura, respectivamente.

11 DE SETEMBRO: AINDA SE VÊ O FUMO

Lembro-me perfeitamente do momento do atentado.

Era um jovem universitário a fazer zapping compulsivo na tentativa de encontrar uma desculpa para não pegar nos livros, quando – passavam uns minutos das 9:03h em Nova Iorque, 14:03h em Portugal – ao ver um pasmado José Rodrigues dos Santos, paro na RTP1 e vejo um jornalista experiente - cujas primeiras memórias me enviam para a Guerra no Golfo, estando, como tal, habituado a cenários difíceis – atónito, a tentar explicar o que estava a acontecer nas imagens que se viam em direto dos Estados Unidos.

Páginas