Está aqui

Luís Carapinha

Mandela – 100 anos de uma grande caminhada para a Liberdade

Hoje, 18 de julho, é o Dia Internacional Nelson Mandela. Mais, hoje celebrava-se o aniversário de “Madiba”. Mais ainda, celebra-se o seu 100º aniversário.

O Tribuna Alentejo não é, nem podia ser, indiferente a este dia uma vez que os valores que compõe a própria linha editorial do Tribuna Alentejo se cruza e revê nos valores e exemplo humano do líder sul-africano.

Migrantes são consequência, não o problema

Pelas entrelinhas de um Mundial de Futebol pleno de surpresas, a União Europeia reuniu e negociou um acordo sobre migrantes.

Foi revelado por muitos governantes que este é, de facto, um tema fraturante no seio da União, a mesma que nasce da fraternidade entre os povos e que decidiu agora – após árduas negociações - a criação de plataformas de desembarque de migrantes fora da União e a criação "voluntária" de centros de identificação de refugiados na Europa.

A imprensa livre é perigosa?

A imprensa livre é perigosa se as intenções de quem governa forem malignas ao regime democrático.

O dia 13 de abril foi instituído pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1993, como o “Dia Mundial da Imprensa” e que marca a defesa da UNESCO da liberdade de expressão e da liberdade de imprensa, fortes vias do pluralismo e considerados direitos humanos

HUMBERTO DELGADO: MANTÊ-LO VIVO TODOS OS DIAS

A vida do General Humberto Delgado, o “General sem medo” deixou um legado de coragem na luta anti-fascista e pelos valores da Liberdade e da Democracia. Acabou por ser assassinado por enfrentar a ditadura salazarista, mas, “Pronto a morrer pela Liberdade!”, o General sempre soube o quanto a sua luta lhe podia custar, ainda assim deu o exemplo e disse também que, na luta pela Liberdade “não nos podem prender a todos”.

A LIÇÃO DE AUSCHWITZ QUE A EUROPA NÃO APRENDEU

Se há uma semana escrevia sobre a celebração da libertação dos prisioneiros de Auschwitz, hoje escrevo - e confesso que desejava não o fazer - sobre a tentativa do governo polaco de querer branquear a História.

Foi aprovada esta semana, no senado polaco, uma lei que prevê até três anos de prisão ou uma multa para quem, na Polónia, utilize a expressão "campos da morte polacos" para se referir a campos de concentração do regime nazi, na Polónia, durante a Segunda Guerra Mundial, como é o caso de Auschwitz- Birkenau.

FIGURA DO ANO TRIBUNA ALENTEJO 2017

Entre enfatizar um de tantos que se destacaram pela negativa, optámos por alguém que demonstrou coragem para defender a Paz, o Humano, o Bem.

O Tribuna Alentejo não professa, mas admira. E é por isso que, enquanto diretor, tenho a honra de, em seu nome, eleger a figura do ano 2017: Jorge Bergoglio, o Papa Francisco.

Têm surgido notícias que cerca de um quarto dos bispos do Colégio dos Cardeais considera que o Papa se aproxima da heresia e o jornal britânico “The Guardian” revela mesmo que pode estar em curso uma revolta contra o Papa.

FINANCIAMENTO PARTIDÁRIO: A LEI DO MEU UMBIGO

Eleição após eleição a conversa sobre os elevados números da abstenção é recorrente. Critica-se o desinteresse social na escolha dos governantes, dos autarcas etc. É cada vez mais difícil conseguir-se o número de pessoa suficientes para se fazer uma lista, uma equipa, para qualquer coisa relacionada com política.

ELEIÇÕES, REFERENDOS, PODER E A PERVERSIDADE DA DEMOCRACIA

Num curto espaço de tempo o mundo começa a ver ruir alguns princípios da Democracia que deixam cada vez mais evidente que é – como disse Camus em 1948 – não o melhor dos regimes, mas o menos mau.

TRIBUNA ALENTEJO INSTALA UNIDADE EM PORTALEGRE

O Tribuna Alentejo prepara-se para instalar uma unidade de operações em Portalegre, numa parceria com a Associação Empresarial da Região de Portalegre (NERPOR). O acordo foi firmado hoje, em Portalegre, e juntou Jorge Pais, presidente da Associação Empresarial daquela região e Luís Carapinha, diretor executivo da agência digital.

HOLOCAUSTO – 72 ANOS DEPOIS

Era esta a frase inscrita nos campos de concentração nazis: “o trabalho liberta-nos”. Durante anos, nestes campos, foram cometidas as maiores atrocidades entre seres humanos. Como disse George Steiner “Para muitos homens o ambiente de paz parece mais sufocante do que o ar revigorante da guerra.”

Páginas