Está aqui

História

76 anos de ONU - “a todos, em todo o lado, que se unam”

“Nós, os povos das Nações Unidas” é a frase que dá que há 75 anos o mundo se modificava para sempre quando a 25 de abril de 1945, representantes de 51 países, reunidos em São Francisco, nos Estados Unidos, realizaram uma conferência que mudaria aquilo que era o mundo até então.

Elvas tem o aqueduto com a maior extensão a nível mundial

Um levantamento realizado por Pedro Inácio, autor da obra “Património Cultural da Água – Roteiro de Aquedutos” revelou que em Portugal há, pelo menos, 42 aquedutos.

O livro foi editado pela Câmara de Mafra, com a parceria da Comissão Nacional da UNESCO e do Museu da Água, e foi apresentado, esta semana, no Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos.

Há 126 anos, a primeira viagem de automóvel em Portugal teve Alentejo como destino

Foi no dia 11 de outubro de 1895 que um Panhard & Levassor, comprado em Paris por D. Jorge d’Avillez, um jovem aristocrata de Santiago do Cacém, fez a 1.ª viagem de automóvel de Lisboa a Santiago do Cacém, tornando-se um marco histórico.

Envolvidos na aventura estiveram D. Jorge D’Avillez; Jules Phillipe, engenheiro na região, e Hidalgo Vilhena, outro santiaguense, pioneiro na arte fotográfica da época e a 1.ª viagem de automóvel em Portugal, segundo rezam as crónicas, foi há 126 anos, durou três dias e com muitas peripécias pelo meio.

Tó Quim Barreto – o alentejano que é ídolo da Ferrari

António Joaquim Borges Barreto, nasceu em Évora a 11 de outubro de 1931. Faria hoje 90 anos.

Para muitos, Tó Quim Barreto pode até mais um nome que passa em branco, no entanto, foi um exemplo de dedicação ao desporto tendo sido, até hoje, o único automobilista português a integrar os quadros da lendária Ferrari.

Desde novo, Tó Quim Barreto, sempre demonstrou ser um verdadeiro entusiasta do desporto e, em especial, da velocidade.

A República no Alentejo antes de o ser

A associação cívica e cultural “Grémio Transtagano”, de Portalegre, assinala hoje o 111º aniversário da implantação da República com uma conferência on-line. Intitulada «O Republicanismo no Distrito de Portalegre antes de 1910», será proferida pelo Professor António Ventura.

Vendas Novas: regressam os clássicos Fiat 600 fabricados na cidade

O Fiat 600 é um dos grandes ícones da Europa pós-guerra, especialmente em Portugal, onde nos anos 60 e 70 foi um dos carros mais presente nas estradas nacionais.

Começou por se produzido na antiga fábrica da SOMAVE de Vendas Novas, a partir de 1964, com 9.576 unidades até 1971.

No próximo dia 2 de outubro, no Largo da Câmara Municipal de Vendas Novas, vai realizar-se o"Regresso às Origens", um encontro de FIAT 600 que visa valorizar e homenagear as origens deste clássico, produzido na antiga fábrica da SOMAVE de Vendas Novas.

Sabia que a primeira reunião dos capitães de abril decorreu no Alentejo?

A primeira reunião dos capitães de abril decorreu a 9 de setembro de 1973 no Monte do Sobral em Alcáçovas / concelho de Viana do Alentejo

No dia 9 de setembro de 1973, há precisamente 48 anos, decorreu a primeira reunião que juntou os capitães de abril.

Segundo relatos dos seus principais intervenientes, o ponto de encontro ocorreu nos jardins do Templo de Diana, em Évora, mas porque o local era demasiado visível, deslocaram-se para o Monte Sobral, uma quinta de Alcáçovas, concelho de Viana do Alentejo.

A importância dos 542 anos Tratado das Alcáçovas

O Tratado das Alcáçovas é provavelmente o primeiro tratado de paz escrito em toda a Humanidade. Não só tem essa relevância histórica, como é um dos primeiros documentos promotor da globalização.

Temos a sorte de ter sido celebrado em Alcáçovas. Esse grande acontecimento com data de 4 de setembro de 1479, está umbilicalmente ligado às epopeias dos descobrimentos, e merece ser bem tratado. Merece relevância nacional e internacional, ao mesmo nível que, há muito tem, o Tratado de Tordesilhas.

Os 3 forais de Alcácer do Sal

A atribuição de forais em um marco para qualquer concelho e em Alcácer do Sal não é diferente. Estes documentos jurídicos e económicos foram determinantes para a regulamentação das normas de vida quotidiana do concelho e das suas gentes há séculos atrás.

Com mais de 800 anos de história, Alcácer do Sal vai lançar uma publicação sobre os seus três forais e serão publicadas as três Cartas de Foral do Município, numa obra que teve como coordenadoras Maria Teresa Lopes Pereira e Maria Filomena Lopes de Barros.

Muralha da Idade do Bronze descoberta em Beja

Foi no projeto Outeiro do Circo que foi descoberta uma muralha da Idade do Bronze em excelente estado de conservação.

O sítio arqueológico do Outeiro do Circo, junto à aldeia de Mombeja, em Beja, é conhecido desde o séc. XVIII. Trata-se de um povoado da Idade do Bronze (cerca de 1250 a 750 a.C.) e que exploração arqueológica em curso revelou agora uma muralha em excelente estado de conservação.

Páginas