Está aqui

História

DESCOBERTO TEMPLO ROMANO EM MÉRTOLA

Uma descoberta recente, em Mértola, revela indícios do que poderá ter sido um grande templo romano - avança a RTP.

Decorriam as escavações num antigo edifício da vila alentejana, a conhecida Casa Cor de Rosa - quando foi descoberto, a 4 metros de profundidade, um conjunto de estátuas monumentais com cerca de 2000 anos e que levanta a hipótese Mértola ter tido um grande templo romano.

 

Imagem de wikimedia.org

V RESIDÊNCIA CISTERCIENSE

Nos próximos dias 15 e 16 de setembro, o Mosteiro de S. Bento de Cástris, em Évora, vai acolher a V edição da iniciativa “Residência Cisterciense S. Bento de Cástris”.

A residência terá por tema, este ano, "Espaços e Tempos da Vida Monástico-Conventual" e a proposta lançada é a de reinventar na contemporaneidade a densidade histórica do discurso cisterciense, integrando a geografia do mosteiro eborense numa mais ampla geografia da Ordem de Cister.

RECUPERAÇÃO DA MEMÓRIA HISTÓRICA DA EXTREMADURA

Falar da história da Extremadura espanhola é falar da raia, de Portugal e de como durante a Guerra Civil espanhola as populações raianas praticaram a Humanidade mais que a nacionalidade, minimizando os efeitos da guerra e das ditaduras que assolavam os dois países.

COMPLEXO ARQUEOLÓGICO DOS PERDIGÕES PROPOSTO PARA PATRIMÓNIO NACIONAL

A Direção-Geral do Património Cultural deu parecer positivo - em Diário da República - a que se declare como sítio de interesse nacional/monumento nacional o Complexo Arqueológico dos Perdigões, no Monte dos Perdigões, em Reguengos de Monsaraz.

O complexo arqueológico – datado de entre 3 500 a 2 000 a.C - foi descoberto somente em 1996, quando se tentava fazer uma lavra profunda para plantar novas vinhas, na Herdade dos Perdigões.

REDONDO VAI DANÇAR COM A HISTÓRIA

Sábado, 1 de julho, a Praça da República de Redondo, pelas 19:30h, vai dançar com a História.

“Danças com história” é o nome do espetáculo que a Associação Danças com História vai apresentar e que pretende a recriação histórica através das danças, fazendo-se acompanhar de cenários e trajes fidedignos das épocas evocadas.

 

Imagem de tudosobresintra.com

CONVENÇÃO DE ÉVORAMONTE FOI HÁ 183 ANOS

Em maio 1834, foi assinada em Évoramonte a convenção, que pôs termo à luta entre os exércitos de D. Pedro e D. Miguel, liberais e absolutistas, e que consistiu na deposição das armas dos “miguelistas” perante a Grã-Bretanha, a Espanha e a França.

A CONQUISTA DO SUL NA CRIAÇÃO DE PORTUGAL

O ano de 2017 marca a passagem de duas datas importantes na conquista do território nacional: 1147 e 1217, datas da Conquista de Lisboa e da Conquista de Alcácer.

A GRANDE GUERRA VOLTOU A PORTALEGRE

Será o Museu Municipal de Portalegre que alberga, desde ontem e até 30 de novembro, a exposição "Portugal e a Grande Guerra"; uma organização da Assembleia da República, e que incide sobre a participação portuguesa na I Guerra Mundial (1914-1918), bem como o seu impacto na vida política, social e artística em Portugal. Existe ainda a contextualização e a interligação entre a Grande Guerra e factos da história local portalegrense.

ANTÓNIO ZAMBUJO E PAULO GONZO CELEBRAM LIBERDADE NO ALENTEJO

O dia que marca a revolução dos Cravos, o 25 de Arbil, é dia que, 43 anos depois, já habituou as populações a grandes comemorações e animação.

O CONTRABANDO DO CAFÉ REGRESSA AO ALENTEJO

O contrabando de café está de volta ao Alentejo e é promovido pela Câmara de Marvão.

Trata-se da iniciativa “Percurso do Contrabando do Café” que decorrerá a 6 de maio, pelas 8:30h, e são aproximadamente 10 kms que se pretendem sejam uma homenagem aos antigos contrabandistas da raia.

O contrabando foi outrora a forma de vida das populações raianas que percorriam trilhos e caminhos pelos campos e montanhas. São esses caminhos e percursos pedestres que se pretende se tornem agora uma oferta turística.

 

Páginas