Está aqui

Governo

O ALTO ALENTEJO EXIGE A BARRAGEM DO PISÃO

Os autarcas e os agricultores do Alto Alentejo voltaram a exigir a construção da Barragem do Pisão, no Crato, pois acreditam que esta pode vir a resolver os problemas de falta de água na zona.

A seca deste ano, torna ainda mais veemente a exigência deste projeto hidroagrícola que é uma reivindicação que dura já desde o tempo em que Mário Soares era primeiro-ministro.

O GOVERNO QUE MALTRATA O ALENTEJO

Na crónica desta semana apresento dois casos demonstrativos da falta de solidariedade do Governo para com o Alentejo: Um dos temas tem a ver com a falta de assistentes operacionais nas escolas de Évora; outro tema tem a ver com a supressão de comboios na linha de Casabranca – Beja.

O discurso oficial não é esse. Não bate certo! Por isso, torna-se fundamental alertar para estas graves situações.

 

1 - Falta de 42 assistentes operacionais nas escolas do concelho de Évora

ALENTEJO DESTACA-SE NOS GRANDES INVESTIMENTOS

O ministro da Economia, Caldeira Cabral, esteve no Alentejo, em Évora onde inaugurou a fábrica da Mecachrome, um investimento de 30 milhões de euros.

ATRASOS NOS CONCURSOS ATRASAM A TECNOLOGIA

GRAVES ATRASOS NA ABERTURA DE CONCURSOS PARA PROJETOS NA ÁREA DA TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA.

 

Estamos praticamente a completar 2 anos de Governo do PS com apoio do BE, PCP e PEV.

No entanto, ainda não foram abertos os concursos de candidaturas para: desenvolvimento de infraestruturas na área da transferência de tecnologia; criação parques ciência e tecnologia; criação de incubadoras de base tecnológica; criação de viveiros de empresas; criação de ninhos de empresas; criação de Áreas de Acolhimento Empresarial; criação de Centros de Negócios.

O ESTADO, OS RICOS, OS POBRES E OS IMPOSTOS

No seu habitual espaço de comentário na TVI24 e a propósito das negociações para o Orçamento do Estado para 2018 Manuela Ferreira Leite afirmou “os impostos não podem castigar quem ganha muito”.

Depois de conseguir digerir e assimilar a soberba declaração senti necessidade de inferir sobre o significado da mesma. Assim e tendo como ponto de partida a afirmação proferida por Manuela Ferreira Leite, será legítimo inferir que os impostos podem castigar quem ganha pouco?

ESTADO INJECTA MAIS 8,68 MILHÕES NA EMPRESA QUE GERE ALQUEVA

A EDIA, empresa pública que gere a barragem do Alqueva, voltou a receber novo reforço de capital do Estado em agosto, num total de 8,68 milhões de euros. 

Trata-se do terceiro aumento de capital de 2017, que totaliza 30,9 milhões de euros e que faz ascender o capital social da empresa a 495 milhões, 249 mil e 60 euros. A EDIA tem como principal fonte de financiamento os aumentos de capital.

GLOSSÁRIO DOS TEMPOS MODERNOS

Com a “Silly Season” de 2017 a terminar, deixo este pequeno glossário dos tempos modernos.

COLABORADOR: Peça de engrenagem produzida em série usada em máquinas de produção de riqueza. Normalmente, estas peças de engrenagem são descartadas antes do prazo de validade e têm como destino final o desemprego. O mesmo que funcionário ou trabalhador, no sentido figurado o mesmo do que pobre.

ALENTEJO COM TEMPERATURAS ACIMA DOS 40º NOS PRÓXIMOS DIAS

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê a subida das temperaturas nos próximos dias e um fim de semana com muito calor. Para o Alentejo as previsões são de temperaturas máximas que podem ultrapassar os 40.º.

Beja está hoje com 39.º, Évora com 38.º e Portalegre com 37.ª, sendo que o calor deve manter-se até quarta-feira que vem, e no domingo, com novo aumento de temperatura, prevê-se que pelo menos Évora chegue aos 40 .º de temperatura máxima.

150 TONELADAS DE PEIXE RETIRADAS DE BARRAGENS ALENTEJANAS

O Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins esteve ontem em Évora para uma reunião com autarcas alentejanos, a Associação de Regantes da Vigia, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, da Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva, a Agência Portuguesa do Ambiente, a Águas de Portugal e as Comunidades Intermunicipais do Alto Alentejo, do Alentejo Central, do Alentejo Litoral e do Baixo Alentejo a discutir a situação de seca extrema que atinge sobretudo o sul do Alentejo.

A GALINHA DOS OVOS DE OURO

Os combustíveis em Portugal são caros. Para isso, basta comparar com outros países europeus e entender que, depois de impostos, temos em média o sexto gasóleo e a sétima gasolina com os preços mais elevados da União Europeia.

Mas, com o fim da revisão trimestral do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP), criada no ano passado com o intuito de proteger os automobilistas através da diluição das subidas bruscas no preço dos combustíveis, o consumidor final sai, severamente penalizado, numa altura em que o barril de petróleo custa mais do que custava há um ano.

Páginas