Está aqui

Governo

O GOVERNO NÃO APOSTA NAS INFRAESTRUTURAS CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS DO ALENTEJO

É fundamental que o Governo adote medidas que permitam a abertura de avisos de concursos para a apresentação de candidaturas à realização de investimentos em infraestruturas cientificas e tecnológicas, e no caso do Alentejo, que permitam a concretização da segunda fase do Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia e de outras infraestruturas científicas e tecnológicas. Para o Alentejo esta matéria é uma questão decisiva.

BEJA: PCP QUESTIONA GOVERNO SOBRE REDE RODOVIÁRIA

Em audiência com o Ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques , o Grupo Parlamentar do PCP questionou o sobre o investimento na rede rodoviária do distrito de Beja.

O ministro foi questionado sobre a data de abertura à circulação o troço de auto-estrada de atravessamento do Sado entre a A2 e Santa Margarida do Sado e sobre a previsão quando à requalificação da ligação rodoviário entre o troço em construção e a cidade de Beja.

GOVERNO PROMETE INVESTIR 2,3 MILHÕES A CURTO PRAZO NAS ALBUFEIRAS DO ALENTEJO

O Governo assumiu ontem em Ourique o compromisso de investir 2,3 milhões de euros na limpeza de albufeiras alentejanas através do Programa de Intervenções a Curto Prazo em Albufeiras, em intervenções que decorrerão entre março e outubro deste ano.

O anúncio foi feito precisamente na Estação de Tratamento de Água do Monte da Rocha, em Ourique, uma das albufeiras a ser intervencionada até ao verão e que neste momento, apesar da chuva, regista apenas 8% da sua capacidade de armazenamento de água.

MUDAR A SRª PROCURADORA GERAL DA REPÚBLICA COM QUE INTENÇÕES?

Em entrevista à rádio TSF, a Sra. Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, afirmou que, na sua análise jurídica, “há um mandato longo e um mandato único" da PGR, dando a entender que a Dra. Joana Marques Vidal deixará o cargo em outubro.

No mesmo dia, à tarde, no debate quinzenal, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que o Governo ainda não tomou qualquer decisão sobre o futuro da PGR, mas admitiu concordar com a “interpretação jurídica pessoal” da senhora ministra de que se trata de um mandato único.

O NASCER DA VERDADEIRA OPOSIÇÃO?

No passado Sábado, Rui Rio venceu as eleições internas do PSD, sendo agora o Presidente do Partido.

Embora tal eleição não tenha ainda efeitos imediatos, pois ainda se realizará o congresso que consagrará Rui Rio como Presidente e elegerá os restantes órgãos nacionais, dentro e fora do PSD já se fazem ouvir as vozes que apontam para uma nova oposição.

O ANO QUE NOS ESPERA

Sendo esta a minha primeira crónica de 2018, não poderia deixar de abordar a temática das expectativas para o ano que agora começa.

O GOVERNO E AS SUAS MATREIRICES

O Governo avançou no último dia do ano, de forma sorrateira e praticamente à socapa, com um novo aumento do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos e Energéticos (ISP). Segundo uma portaria publicada pelo Governo em Diário da República, este aumento entrou em vigor a partir de 1 de janeiro de 2018.

CTT - UM CASO DE PRIVATARIA

Foi o argumento mais usado para justificar a privatização de muitas empresas públicas: o Estado gere mal, os privados é que sabem.

Foi com este discurso de que o privado é que é bom que na última década vimos passar para a mão de privados sectores e empresas públicas importantes, que para além de constituírem pilares estratégicos da economia portuguesa e prestarem serviços essenciais eram empresas lucrativas para o Estado.

APATIA E IMORALIDADE

Em termos políticos, o ano de 2017 fica marcado, em Portugal, pela decadência moral e pela rejeição de princípios, mas também, pela desonestidade intelectual e pela ausência de pensamento político transformador.

DEPUTADO ALENTEJANO PERGUNTA SOBRE O FUTURO DOS TRABALHADORES EM SERPA

Repete-se a dúvida do deputado alentejano, pelo círculo de Beja, João Ramos e que voltou a questionar o governo sobre o futuro dos trabalhadores do Hospital de Serpa.

Atualmente, o Hospital de S. Paulo, em Serpa, conta com oito enfermeiros - seis com Contracto Individual de Trabalho e dois com Contracto de Trabalho em Funções Publicas – e 10 assistentes operacionais, no entanto, no âmbito de um processo de cedências, os trabalhadores com Contracto Individual de Trabalho foram automaticamente colocados ao serviço da Santa Casa da Misericórdia de Serpa, sem direito de opção.

Páginas