Está aqui

Governo

Governos querem maior cooperação entre Sines e Roterdão

Os ministros dos Negócios Estrangeiros de Portugal e dos Países Baixos defendem a realização de uma conferência entre os portos de Sines e de Roterdão sobre a forma como podem enfrentar novos desafios energéticos.

De acordo com a agência Lusa, João Gomes Cravinho e Wopke Hoekstra encontraram-se numa reunião em Lisboa, onde foram discutidas a questão da energia e a desejada transição para energias mais limpas.

Autarca de Évora quer novo eixo para ligação férrea Lisboa-Algarve

Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara Municipal de Évora, defendeu a criação de um novo eixo ferroviário de alta velocidade pelo interior do país para a ligação entre Lisboa e o Algarve.

Em declarações à agência Lusa, a propósito do Plano Ferroviário Nacional (PFN), que foi apresentado na semana passada pelo Governo e que vai agora para discussão pública, o autarca afirma que a criação desta ligação, com passagem pelas “três maiores cidades do sul”, Évora, Beja e Faro, teria “a vantagem de, para além de outras, deslocar um eixo de mobilidade para o interior do país”.

Agricultores alentejanos contra extinção das direções regionais

A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) e a Cooperativa de Moura e Barrancos manifestaram-se contra a decisão do Governo de extinguir as direções regionais de agricultura, avança a agência Lusa.

Dia em Memória das Vítimas da Estrada assinalado em Évora

O aumento do número de condutores apanhados com álcool este ano “é uma das questões que mais preocupa” o Governo e que exige trabalho, afirmou a secretária de Estado da Proteção Civil, Patrícia Gaspar.

Autarcas de Beja querem fórum sobre investimentos públicos

Os quatro presidentes de câmara da CDU no distrito de Beja desafiaram o Governo a organizar um fórum, para se estabelecer “um compromisso claro e objetivo” relativamente a investimentos públicos na região nas áreas da mobilidade e acessibilidades.

Líder do PS do Baixo Alentejo defende Governo mais próximo da região

Nelson Brito, presidente reeleito do PS do Baixo Alentejo, defendeu a nomeação de um representante do Governo na região, “revisitando a figura do governador civil”, para que a população sinta mais “a presença do Estado”.

Em declarações à Lusa, Nelson Brito afirmou que “há uma fraca presença do Estado numa grande parte do território português”, como é o caso do distrito de Beja, “e o que se sente da presença do Estado na região são os presidentes das juntas de freguesia ou das câmaras municipais”.

Guerra poderá “condicionar” construção do Hospital Central do Alentejo

O Governo admitiu que um agravamento da situação de guerra poderá “condicionar o cumprimento” dos prazos previstos para a conclusão das obras do novo Hospital Central do Alentejo, avança a agência Lusa.

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, enviou esta resposta no final de setembro, no seguimento de questões colocadas pelo grupo parlamentar do PSD, e que agora foi divulgada pelo partido.

Governo tem plano para falta de médicos de família no Alentejo

O Governo quer implementar, em 2023, planos de contingência para dar resposta aos utentes sem médico de família de Lisboa e Vale do Tejo, Algarve e Alentejo, avança a agência Lusa.

De acordo com nota explicativa do Ministério da Saúde sobre o Orçamento do Estado para 2023, no próximo ano vai ser estabelecido um “plano de contingência para cada uma das regiões de Lisboa e Vale do Tejo, do Algarve e do Alentejo, onde no final de setembro de 2022 residiam 82,7% dos utentes sem médico de família atribuído no país”.

Governo investe mais de 50M€ para levar telecomunicações ao Alentejo

O Governo vai disponibilizar 160,1 milhões de euros para levar redes de telecomunicações de capacidade muito elevada às chamadas “zonas brancas” do país, de acordo com o caderno de encargos lançado em consulta pública na passada quinta-feira.

Baixo Alentejo: Autarcas defendem dinamização do Aeroporto de Beja

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL), que integra 13 dos 14 municípios do distrito de Beja, transmitiu esta semana ao governo a necessidade de haver uma dinamização do aeroporto desta região no que diz respeito à vertente dos passageiros.

“Fomos transmitir ao Governo a vontade que a ANA – Aeroportos de Portugal e a Vinci têm de investir no Aeroporto [de Beja] e perceber se o Governo está alinhado com esse tipo de desenvolvimento” para esta infraestrutura, afirmou António Bota, presidente da CIMBAL, à agência Lusa.

Páginas