Está aqui

alterações climáticas

Alterações Climáticas, água e agricultura em debate na Universidade de Évora

Os Recursos Hídricos e Agricultura em cenários de Alterações Climáticas são o tema da conferência que decorrerá no Auditório 131, no Colégio do Espirito Santo na Universidade de Évora, no próximo dia 4 de outubro  a partir das 14 horas.

A iniciativa conta  com a abertura de Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora, Filipe Duarte Santos, Presidente do Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável e Miguel Freitas, Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural.

Alarme das alterações climáticas origina movimento em defesa do montado alentejano

O alarme das alterações climáticas parece já não poder ser ignorado e multiplicam-se as iniciativas em torno daquele que é um dos grandes problemas do presente.

DESACORDO CLIMÁTICO

São inúmeros os modos insidiosos de manifestação de arrogância sobre a problemática das alterações climáticas. O mais recente prende-se com a decisão anunciada por Donald Trump que visa a saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris.

Todavia, a retirada dos EUA do Acordo de Paris pode marcar uma nova era na agenda ambiental do planeta, a meu ver bem mais promissora.

TRANSIÇÃO ENERGÉTICA

Chegamos a 2016 com a clara noção de que a humanidade está a perder o combate contra as alterações climáticas. Se é unânime a urgência em reduzir as emissões de dióxido de carbono (CO2), a prática demonstra exatamente o contrário, sendo mais evidente nas posições tomadas pelos Estados Unidos e pela China nesta matéria. Contudo, também na Europa pouco tem sido feito para reduzir o consumo de carbono no sector energético. A redução das emissões fica a dever-se mais aos efeitos da austeridade do que a um acto voluntário em matéria de transição energética.

REI DE ESPANHA GALARDOA INVESTIGADOR DA UNIVERSIDADE DE ÉVORA

Na passada semana, um português esteve em destaque em Espanha e não foi Cristiano Ronaldo. Falamos de Miguel Araújo, investigador da Universidade de Évora, e que recebeu o prémio Rey Jaime I de Proteção do Meio-Ambiente, em Valência, numa cerimónia que foi presidida pelo rei Filipe VI de Espanha.

O investigador português foi destacado pelo seu estudo dos efeitos das alterações climáticas na biodiversidade e há um outro facto de relevo: Miguel Araújo é o primeiro investigador não espanhol a receber este prémio.

COMO NÃO MUDAMOS, MUDA O CLIMA

Setembro de 2016 será inscrito na história universal como marco importante para o clima mundial.

MONTADO ALENTEJANO ADAPTA-SE ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

O Alentejo recebe um novo projeto LIFE: Adaptação do Montado às Alterações Climáticas, através do contrato de execução do projeto LIFE-Montado-Adapt - MONTADO & CLIMATE, A NEED TO ADAPT, assinado pela ADPM - Associação de Defesa do Património de Mértola, esta semana. Esta iniciativa apoiada pela Comissão Europeia, reúne 17 parceiros de Portugal, Espanha e Holanda com o objetivo de implementar medidas de adaptação às alterações climáticas nas paisagens de Montado e Dehesa, com 11 propriedades piloto em Portugal e Espanha.

ALQUEVA PIONEIRO EM PACTO EUROPEU

A Associação Transfronteiriça do Lago Alqueva – ATLA, foi aceite no pacto ambiental europeu "Mayor Adapt" e vai elaborar plano com estratégias de adaptação às alterações climáticas.

O FUTURO VAI SER MAIS QUENTE

Portugal, tal como o resto do mundo, vai ter que se adaptar às alterações climáticas drásticas que o planeta sofrerá nos próximos anos.

Odemira apresenta programa para combater alterações climáticas

FOTO ZEMANEL DIONISIO

O município de Odemira apresenta na próxima segunda-feira, dia 26 de janeiro o seu programa para combater as alterações climáticas, denominado “Odemira Eficiente”.

Páginas