Está aqui

Convento da Cartuxa

Chegaram a Évora as “novas inquilinas” do Convento da Cartuxa

Já chegaram a Évora as oito irmãs Servidoras do Senhor e da Virgem de Matará, e que serão as “novas inquilinas” do Convento da Cartuxa, criando assim uma nova Comunidade Monástica Contemplativa na Cartuxa de Évora.

A notícia é avançada pela Agência Ecclesia e que refere que estas irmãs, de várias nacionalidades, irão agora continuar a fazer da Cartuxa o “pulmão espiritual” da cidade alentejana.

O Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, a Cartuxa de Évora, encontra-se ainda em obras de adaptação, vivendo as irmãs, por agora, numa casa contígua à Igreja de São Francisco.

Convento da Cartuxa em Évora volta a alargar programa de visitas

A Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, decidiu alargar o programa de visitas ao Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, também conhecido por Convento da Cartuxa.

Depois de a abertura ao público ter sido marcada por uma grande afluência de visitantes, a Cartuxa de Évora irá receber um programa de visitas adicional a partir do dia 27 de outubro e durante os próximos meses.

Convento da Cartuxa recebe primeiro concerto após anos de silêncio

O Convento da Cartuxa, em Évora, reservado à clausura e ao silêncio durante anos, vai receber o seu primeiro concerto hoje, sexta-feira, com a atuação ao piano do músico e compositor Carlos Maria Trindade.

Esta iniciativa faz parte do 8.º Dia Aberto da Fundação Eugénio de Almeida (FEA), proprietária do Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli (Escada do Céu), também conhecido como Convento da Cartuxa, cujo programa começa hoje e decorre até domingo.

Corrida ao Convento da Cartuxa obriga a duplicar dias de visita

Revelado o grande interesse do público pelo Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli e a enorme adesão ao programa, a Fundação Eugénio de Almeida aumentou o número de visitas guiadas permitindo que mais pessoas conheçam um lugar único, de grande valor histórico e simbólico para a cidade de Évora e para o país..

Convento da Cartuxa em Évora vai ser aberto pela primeira vez a visitas

O Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli recebe um ciclo de visitas guiadas orientadas para a descoberta dos rituais, dos hábitos e dos exercícios espirituais que pontuaram o quotidiano da vida dos monges que o habitaram

Pela primeira vez desde a sua reconstrução como eremitério, em 1960, a Fundação Eugénio de Almeida promove um ciclo de visitas guiadas ao Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli – a Cartuxa de Évora – que decorrerá até 19 de setembro, com entrada gratuita.

Arquitectura e vida monástica do Eremitério da Cartuxa de Évora em livro

O Eremitério da Cartuxa de Évora. Arquitectura e vida monástica é o nome do livro da autoria do Arq. Luís Ferro, que será lançado no próximo dia 7 de março, às 18h00, na Galeria de exposições da Casa de Burgos, em Évora.

Editado por Canto Redondo, este livro estabelece um diálogo próximo com a arquitetura do mosteiro de Santa Maria da Scala Coeli, interpretando a organização espacial, os muros, a métrica e a luz como os construtores do isolamento e do silêncio que possibilitam e favorecem a longa espera, que pauta o ritmo da vida cartusiana.

MONGES DA CARTUXA EM ÁLBUM DE BANDA DESENHADA PREMIADO

Chama-se Francisco Sousa Lobo e com o álbum de BD Deserto/Nuvem, que retrata a vida no Convento da Cartuxa em Évora, acaba de vencer o prémio para o Melhor Álbum Português de BD, anunciado na AmadoraBD que termina no próximo fim-de-semana.

Deserto/Nuvem funciona como um díptico DR e é o Melhor Álbum Português dos Prémios Nacionais de Banda Desenhada para além de ter vencido também o prémio de Melhor Argumento para Álbum Português.