Está aqui

Alentejo

NOVO CENTRO COMERCIAL DE ÉVORA ADIA DATA DE INAUGURAÇÃO

A Ares Capital Investimentos Imobiliários, dona do novo centro comercial de Évora, anunciou que adiou a data de abertura ao público deste, de 16 para 22 de novembro.

A 27 de outubro o Tribuna Alentejo tentou confirmar com a empresa esta mudança de data mas não obteve então qualquer resposta, ficando agora confirmada nova data de inauguração.

O novo centro comercial começou por se chamar Évora Shopping, depois mudou para Évora Fórum e agora dá pelo nome de Évora Plaza.

PRODUÇÃO DE ARROZ NO ALENTEJO COM QUEBRAS DE 20 A 30%

Caso a seca se prolongue os produtores de arroz de Alcácer de Sal, Montemor-o-Novo, Grândola e Santiago do Cacém temem não poder vir a cultivar arroz em 2018.

As quebras de produção de arroz foram em 2016 de 10 a 15% e este ano variam já entre os 20 e os 30% e a quantidade de água armazenada nas barragens que abastecem as produções de arroz daquela região anunciam o pior, neste momento a cerca de 8% da sua capacidade.

PROTESTO DE MINEIROS EM CASTRO VERDE SOBE DE TOM

SINDICALISTAS TROCAM ACUSAÇÕES COM GNR

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM), que promove uma paralisação nas minas da Somincor, em Castro Verde, até dia 11 de novembro, acusa a GNR de estar a defender a empresa em vez dos trabalhadores e avançou em comunicado que a GNR não é bem vinda junto aos piquetes de greve.

A GNR já rejeitou as acusações, esclarecendo que a sua missão é de salvaguardar os direitos tanto de quem quer fazer greve, como dos que querem trabalhar.

COZINHA DOS GANHÕES, TALVEZ O MAIOR CERTAME GASTRONÓMICO DO ALENTEJO

A "Cozinha dos Ganhões", talvez o maior certame gastronómico do Alentejo, celebra as tradições e costumes de Estremoz, a histórica cidade branca alentejana.

Mas o que são os ganhões? O nome dado noutros tempos aos trabalhadores da lavoura nas herdades alentejanas que legou ao presente não só uma cozinha muito particular e saborosa mas também hábitos de confraternização e camaradagem que persistem naquela região até aos dias de hoje.

Por isso a "Cozinha dos Ganhões" é gastronomia e cultura, mas é também a humanidade da partilha e da entreajuda.

AGRICULTORES DE PORTALEGRE DOAM 25 TONELADAS DE ALIMENTO A PRODUTORES DE ANIMAIS AFETADOS PELOS INCÊNDIOS

28 agricultores de Portalegre angariaram 25 toneladas de alimento para animais, que foram enviados ontem para apoiar agricultores que foram afetados pelos incêndios de outubro em Santa Comba Dão.

A iniciativa partiu de um conjunto de agricultores alentejanos, solidários com os seus colegas que se debatem com a falta de alimento para os animais.

PEQUENOS PRODUTORES DE VIANA DO ALENTEJO ANGARIAM BENS PARA AS VÍTIMAS DOS INCÊNDIOS

O "Mercado dos Produtores" de Viana do Alentejo está a angariar bens alimentares, artigos têxteis lar, roupa interior e meias, alimentação para animais, materiais de construção e utensílios agrícolas, para os entregar aos Bombeiros de Viana do Alentejo, que os farão chegar às vítimas dos incêndios deste outubro.

A iniciativa é da responsabilidade da Secção Cultural “O Restolho” da Associação Seara Nova e decorre no próximo dia 11 de novembro, na Praça da República, em Viana do Alentejo.

LICENÇA DE EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO NA BACIA DO ALENTEJO FOI SUSPENSA POR TRIBUNAL

O Tribunal de Loulé aceitou uma Providência Cautelar interposta por associações ambientalistas para suspender a licença do governo ao consórcio ENI/GALP, para exploração de petróleo na bacia do Alentejo.

A Providência Cautelar, pedida pela Almargem, Quercus e Scianena, surgiu na sequência da licença emitida pelo governo e que permitia à ENI/Galp iniciasse sondagens no "deep offshore" da Bacia do Alentejo.

6 MIL AGRICULTORES CONVIDADOS PARA MODELO PARTICIPATIVO DE ALQUEVA

A Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva (EDIA) iniciou esta semana a apresentação junto de cerca de 6 mil agricultores do Modelo Participativo dos Perímetros de Rega de Alqueva.

Ao todo são 9 sessões agendadas onde se debaterão os apoios aos agricultores, qualidade do serviço prestado e novo tarifário de água de Alqueva.

FERREIRA DO ALENTEJO: VALE DA ROSA VAI INVESTIR 25 MILHÕES EM 5 ANOS

A Vale da Rosa, em Ferreira do Alentejo, conhecida pelas famosas uvas sem graínha, prepara-se para investir 1,5 milhões numa nova fábrica em 2018, só para lançar passas de uva, que já têm 6 hectares de terreno disponível,

Segundo Ricardo Costa, responsável pela comunicação da Herdade Vale da Rosa, em declarações ao Diário de Notícias, "em 5 anos queremos duplicar a nossa área de produção para 500 hectares e 15 mil toneladas de uva”, o que implicará a criação e plantação de estruturas de armazenamento e frio, num investimento estimado em 25 milhões de euros.

SANTIAGO DO CACÉM DOA PALHA A CRIADORES DE ANIMAIS AFETADOS PELOS INCÊNDIOS

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém transporta hoje 45 fardos de palha para Oliveira do Hospital, no distrito de Coimbra. A carga tem como objetivo reforçar a alimentação dos animais, uma das principais carências identificadas “no terreno”, ao longo das últimas semanas, na sequência dos trágicos incêndios que assolaram aquela zona do país, no passado mês de outubro, dos quais resultaram mais de quatro dezenas de vítimas mortais e avultados prejuízos materiais.

Páginas