Está aqui

Alentejo

Alentejo: Complexo Arqueológico dos Perdigões já é monumento nacional

Foi aprovado pelo Governo, em reunião de Conselho de Ministros, o decreto que classifica como sítio de interesse nacional – ou monumento nacional - o Complexo Arqueológico dos Perdigões, em Reguengos de Monsaraz.

Exposição homenageia Vespeira em Aljustrel

Já está patente no Espaço Oficinas de Formação e Animação Cultural, em Aljustrel, a exposição de pintura "Revisitar Vespeira: 1925-2002", dedicada ao pintor surrealista português Marcelino Vespeira.

A obra desta figura incontornável da pintura portuguesa do século XX estará patente até 2 de fevereiro.

Marcelino Macedo Vespeira, nasceu a 9 de setembro de 1925 no Samouco e faleceu em 2002 depois de ter atravessado vários movimentos artísticos como o neorrealismo, o abstracionismo geométrico e lírico e o surrealismo.

Moura: fecha fábrica de painéis solares e deixa 105 no desemprego

Em Moura, o fecho de uma fábrica de painéis solares deixa 105 desempregados.

A fábrica MFS - Moura Fábrica Solar, da empresa espanhola ACCIONA – após um investimento de 10 milhões de euros - era o maior empregador privado do concelho e fecha por, segundo fonte da empresa, já não ter viabilidade económica devido ao abandono do parceiro chinês que decidiu transferir a sua produção para fábricas na Ásia após a decisão da União Europeia em eliminar as tarifas sobre a importação de painéis da China.

O Cante chega a Washington

Como revelámos a semana passada, o país convidado da 15ª edição do festival de música,  cultura e natureza alentejano “Terras sem Sombra” serão os Estados Unidos.

Fibra ótica atravessa Atlântico e une Alentejo ao Brasil

Terá início, nestes primeiros meses de 2019, a construção do projeto que ligará Portugal e Brasil com cabos de fibra ótica.

Tal como o Tribuna Alentejo revelou há cerca de 5 meses, o cabo ligará Sines a Fortaleza, no Brasil, e terá 100Gbs/segundo.

2100 querem ser reis em Portalegre

Começa já hoje a sexta edição da prova de trail running “Trilhos dos Reis/Delta Cafés” em Portalegre, e que terá um record absoluto de participantes: 2.100 atletas inscritos.

Face à edição 2018, este ano há mais 300 atletas inscritos nesta prova organizada pela Associação Desporto e Aventura de Portalegre (DAP).

Câmara de Elvas aceita transferência de competências do Estado

A Câmara Municipal de Elvas, em reunião extraordinária realizada hoje, 11 de janeiro, aprovou a Transferência de Competências para as Autarquias Locais, nas matérias definidas em 11 diplomas já publicados: praias, exploração de modalidades afins de jogos de fortuna ou azar e outras formas de jogo, turismo, vias de comunicação, justiça, fundos europeus e captação de investimento, associações de bombeiros, estruturas de atendimento ao cidadão, habitação, património imobiliário público sem utilização e estacionamento público.

Árbitros de Évora recusam-se a apitar jogos por falta de pagamento de honorários

Luís Godinho, árbitro internacional de Évora dá a cara pelos colegas juízes que decidiram entregar as suas licenças por tempo indeterminado e semana não apitar jogos enquanto não for ultrapassada a questão que envolve atrasos nos pagamentos de honorários por parte da Associação de Futebol de Évora, que já reagiu dizendo que fará os pagamentos mas sem se comprometer com uma data.

Segundo o árbitro Luís Godinho, os juízes têm em atraso o recebimento dos honorários que chegam a outubro do ano passado, o que os tem forçado a assumir por sua conta despesas de combustível e refeições.

Odemira tem mais de 5 mil euros para oferecer às melhores ideias empreendedoras

Já vai na quarta edição o Prémio Espírito Empreendedor, organizado anualmente pelo município de Odemira e que procura estimular os jovens entre os 18 e os 35 anos a criar ideias de negócio.com prémios, no valor de 2000 euros, para a melhor ideia empreendedora e criativa, que terá ainda acesso directo ao Ninho de Empresas de Odemira, e montantes de 2000, 1000 e 500 euros, respectivamente, às três melhores novas iniciativas empresariais.

Estremoz, Moura e Avis desperdiçam mais de 60% da água do sistema público

As perdas de água agravaram-se em ano de seca, apesar das medidas de poupança que os autarcas e as entidades gestoras dos sistemas de abastecimento anunciaram por todo o país, e metade dos concelhos (48,2%) piorou o seu registo em 2017. O JN fez as contas e concluiu que o volume de água não faturada em Portugal seria suficiente para encher 281 piscinas olímpicas por dia.

Páginas