8 Maio 2021      09:06

Está aqui

Odemira: restabelecida circulação para trabalhadores agrícolas

Foram estabelecidas pelo Governo condições excecionais para permitir a circulação de trabalhadores nas freguesias de São Teotónio e Longueira-Almograve, no concelho de Odemira, onde ainda está em vigor uma cerca sanitária para contenção da transmissão da infeção por SARS-CoV-2.

O despacho conjunto do Ministro da Administração Interna e da Ministra da Saúde, e que entrou em vigor às 8h da manhã de hoje,  estabelece as condições para as deslocações de e para estas freguesias, a título excecional de modo a salvaguardar um conjunto de explorações agrícolas, sem descurar a defesa da saúde pública.

As regras estabelecidas na Resolução do Conselho de Ministros 45-C/2021, de 30 de abril, na sua redação atual define que são permitidas as deslocações para:

- Exercício de atividades profissionais;

- Apoio a idosos, incapacitados ou dependentes e por razões de saúde ou por razões humanitárias, devidamente fundamentadas.

Estas pessoas têm de apresentar, no momento da entrada, comprovativo que permita a respetiva identificação inequívoca de realização de:

- Teste molecular por RT-PCR para despiste da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo, realizado há menos de 72 horas; ou

- Teste rápido de antigénio (TRAg) para despiste da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo, realizado há menos de 24 horas.

A saída das freguesias São Teotónio e Longueira-Almograve depende da apresentação, no momento da saída, de comprovativo de realização de novo teste rápido de antigénio (TRAg) para despiste da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo, realizado há menos de 24 horas.

Os encargos com os testes realizados a trabalhadores sazonais, designadamente afetos a explorações agrícolas e do setor da construção, são da responsabilidade da empresa utilizadora ou beneficiária final dos serviços prestados.

As entidades empregadoras dos trabalhadores agrícolas que pretendam entrar nas freguesias de São Teotónio e Longueira-Almograve para prestação de trabalho sazonal têm de transmitir à Direção Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo os pedidos de acesso desses trabalhadores, indicando o dia e local de entrada e os locais de alojamento, para avaliação das condições de habitabilidade dos mesmos pela autoridade local de saúde e para fiscalização e controlo de acessos pela GNR.

 

Imagem de healthnews. pt

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.