Está aqui

Covid-19

Em direto da cave do Jorge - hoje há concerto

Esta noite, há concerto - da Cave do Roque para o mundo

Este sábado, pelas 21h30, em direto da cave de Jorge Roque, haverá um concerto de 30/40min que serão partilhadas com os seus seguidores, primeiro no Instagram e mais tarde, provavelmente na sexta-feira, no facebook.

Covid-19: CIMAA e autarcas socialistas de Portalegre desconheciam carta das restantes autarquias

O presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) Hugo Hilário, em declarações à Rádio Portalegre, fez saber que a CIMAA e os autarcas socialistas do distrito de Portalegre não tiveram conhecimento formal da carta divulgada pelos autarcas dos restantes concelhos do Alto Alentejo e que pedia quarentena obrigatória para quem chega aos seus concelhos vindo de fora, como o Tribuna Alentejo noticiou.

Politécnico de Beja apoia 200 alunos isolados nas residências

O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) revela em comunicado que, em virtude da Covid-19, existem 200 alunos ainda nas suas residências e que se encontram em isolamento preventivo e cautelar por vontade própria.

De modo a apoiar os alunos ainda alojados nas suas residências foi criado o “Todos em casa”, um programa com medidas para apoiar estes estudantes em isolamento social, mas que abrangem também alunos mais carenciados.

Covid-19: Mora criou centro de apoio com 44 camas

Devido aos efeitos do Covid-19, a Câmara Municipal de Mora criou um centro de apoio, com 44 camas, e que servirá de apoio e alojamento aos bombeiros voluntários locais e à proteção civil.

Das 44 camas deste centro - instalado na casa do povo da localidade - 30 foram cedidas pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE); as outras 14 são pelos Bombeiros Voluntários de Mora.

COVID-19: Odemira com mais de 2M€ para apoiar empresários e famílias

Odemira tem mais de 2M€ para dar resposta às consequências do coronavírus no concelho e que conta com um do 1º caso confirmado com COVID-19.

Associação alentejana promove recolha de fundos para apoiar hospitais

A pandemia de COVID-19 assola todo o mundo, Portugal e o Alentejo não são exceção.

No Alentejo, em particular, a nossa população é particularmente envelhecida e o esforço a realizar nos cuidados de saúde pelo médicos e enfermeiros é e será um esforço brutal.

É para tentar ajudar um pouco esses profissionais que estão na linha da frente a combater que a associação Alentejo de Excelência decidiu lançar uma campanha de angariação de fundos para a compra de termómetros laser para serem usados nos hospitais alentejanos.

Covid-19: Universidade de Évora reduz tempo de atendimento do SNS24

São do conhecimento geral os constrangimentos relacionados com o tempo de atendimento da linha SNS24 devido ao enorme aumento de chamadas relacionadas com o novo coronavírus, Coivid-19.

Apesar de várias alterações e de um maior investimento na linha, tem sido difícil aos profissionais da linha SNS dar respostas mais céleres. Face a este problema, investigadores da Universidade de Évora arregaçaram as mangas e procuraram uma solução, surgindo um sistema batizado de “SNS24 Scout”.

Projeto de 260M€ suspenso na mina de Neves-Corvo pelo efeito COVID-19

Devido à crise provocada pela pandemia COVID-19, em Castro Verde, na mina de Neves-Corvo, a concessionária Lundin Mining suspendeu as obras e atividades do projeto de expansão que envolve 260 milhões de euros.

Reguengos lança fundo de emergência municipal para apoio a famílias e empresas

Reguengos de Monsaraz vai criar um fundo de emergência municipal, devido aos efeitos do COVID 19, e que servirá de apoio às empresas e aos munícipes do concelho que estão a sofrer os efeitos da atual situação.

Segundo fonte da autarquia, este conjunto de medidas será definido nos próximos dias e será decidido que recursos municipais serão afetar numa primeira fase a este fundo, bem como a conclusão da definição das necessidades prioritárias dos munícipes carenciados e das empresas em maiores dificuldades económicas. Para já o fundo dispõe de 250 mil euros.

Covid-19 e o possível colapso da democracia e do projecto europeu

Nunca nos seria possível imaginar há pouco mais de 3 meses o que nos reservaria o futuro mais próximo. Na viragem do ano poucos imaginariam que ao dia de hoje estariamos a viver uma catástrofe humana desta magnitude e com estas características, que nos obriga a viver em regime de confinamento e afastamento social, que fechou os nossos espaços de convívio, que cancelou os nossos espetáculos culturais mais estimados e que parou o desporto, não só em Portugal, mas por todo o mundo. Cenário completamente inaudito, e inédito no pós 2ª Guerra Mundial em solo europeu.

Páginas