12 Janeiro 2019      13:18

Está aqui

Moura: fecha fábrica de painéis solares e deixa 105 no desemprego

Em Moura, o fecho de uma fábrica de painéis solares deixa 105 desempregados.

A fábrica MFS - Moura Fábrica Solar, da empresa espanhola ACCIONA – após um investimento de 10 milhões de euros - era o maior empregador privado do concelho e fecha por, segundo fonte da empresa, já não ter viabilidade económica devido ao abandono do parceiro chinês que decidiu transferir a sua produção para fábricas na Ásia após a decisão da União Europeia em eliminar as tarifas sobre a importação de painéis da China.

O concelho de Moura apresenta uma taxa elevada de desemprego e, para o autarca local Álvaro Azedo, este encerramento representa uma grave perda para o município sendo que a fábrica esteve aberta durante os dez anos contratualizados com o Estado e com a autarquia, em contrapartida do projeto de construção da Central Solar Fotovoltaica de Amareleja e que trouxe para o concelho, mais concretamente para a Amareleja, aquela que em 2008 era maior central solar do mundo, e que representou um investimento de 237,6 milhões de euros.

 

Imagem de portal-energia.com

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.