24 Setembro 2019      10:43

Está aqui

Há uma parte de Évora que ainda desconhece mas que se mostra esta semana

Entre os dias 26 e 29 de setembro a Fundação Eugénio de Almeida está de portas abertas à população com um programa eclético, onde constam os concertos, arte, cinema, teatro. O programa é para todas as idades e todas as entradas são gratuitas.

Durante quatro dias a Fundação Eugénio de Almeida desenvolve um conjunto de atividades lúdicas, informativas, pedagógicas e artísticas com o objetivo de dar a conhecer os espaços, os projetos e as equipas que cumprem diariamente a missão desta instituição, criada por Vasco Eugénio de Almeida há 56 anos.

Desde 2012 que a Fundação Eugénio de Almeida celebra, por ocasião do Dia Europeu das Fundações e dos Doadores, dia 1 de outubro, o seu Dia Aberto, um evento que pretende aproximar a Fundação dos seus diferentes públicos. mas também de novos e outros públicos, mostrando um pouco daquilo que é a sua atividade diária, quer seja na área da missão – social, cultural e educativa - que ser na área de produção vitivinícola, pecuária ou agrícola.

Entre os dias 26 e 29 de setembro, a Fundação organiza e convida à participação num vasto conjunto de programação, que incluiu a visita à exploração agropecuária na Herdade de Pinheiros, à Adega e ao Enoturismo Cartuxa, mas também ao Centro de Arte e Cultura (CAC), ao Centro de Inovação Social (CIS) e ao Páteo de S. Miguel, sede da Fundação. O Programa inclui música e atividades artísticas, workshops e visitas encenadas, ações de voluntariado, documentários e cinema, jogos, pinturas faciais, animação de rua e muitas outras iniciativas.

A Fundação Eugénio de Almeida, constituída em 1963, tem como missão promover o desenvolvimento sustentado da região de Évora nas áreas social, cultural, educativa e espiritual, explorando para isso todo o património agrícola e vitivinícola legado, cujas marcas EA, Cartuxa e Pêra-Manca são emblemáticas.

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.