Está aqui

Fundação Eugénio de Almeida

Nova colheita Pêra-Manca tinto 2015 posta à venda por 275 € a garrafa

A Fundação Eugénio de Almeida apresenta o Pêra-Manca tinto 2015, a mais recente colheita do seu emblemático vinho, numa edição limitada de 44.000 garrafas. Adicionalmente, este lançamento será celebrado com a disponibilização de um novo site do Clube Pêra-Manca.

Alentejo debate política regional Europeia

O “Fórum pelo Futuro: Debate sobre a Política Regional Europeia" decorrerá no próximo dia 8 de outubro.

A política regional Europeia é decisiva para o futuro da Europa e de cada uma das suas regiões, assim como o é o reforço do papel das regiões na arquitetura institucional europeia.

Neste quadro, a Comissão Europeia, através da DG-Regio, promove, em cooperação com redes europeias, o debate entre cidadãos sobre as políticas regionais europeias e os seus impactos.

A magia ancestral das Antas em exposição em Évora

O Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida apresenta, a partir de 17 de julho de 2021, em Évora, a exposição “Santuários”, de Renée Gagnon, com curadoria de Manuel Costa Cabral.

Uma Bússola Social no Alentejo Central

Todas as respostas sociais do Alentejo Central vão estar reunidas numa única plataforma na internet.

Esta plataforma interactiva é resultante de uma ação-piloto do projeto +RESILIENT, desenvolvida pela RCDI, o parceiro português do projeto, em colaboração com  CCDR-Alentejo e a Fundação Eugénio de Almeida, para além de outras entidades regionais.

Guia de boas práticas e aplicação ajudam Igreja de Évora a preservar o património

A Direção Regional de Cultura do Alentejo elaborou um documento “auxiliar” para a conservação e restauro do património da Arquidiocese de Évora, avança a Renascença. Este guia de boas práticas apresenta ainda, em parceria com a Fundação Eugénio de Almeida, a aplicação “Inwebparoquias”, para facilitar o processo de atualização do inventário do património cultural e religioso.

Fundação Eugénio de Almeida quer ensinar a ser voluntário durante a covid-19

A Fundação Eugénio de Almeida (FEA), em Évora, vai apresentar, na próxima quinta-feira, dia 26 de novembro, um Guia Prático de Orientações para Ser Voluntário em Tempos de Covid-19, avança a Renascença.

“Eu estou no Museu?” representa retratos de professores e alunos de Évora

A exposição “Eu estou no Museu?”, composta por uma sucessão de retratos, em suporte digital, de professores, educadores, crianças e jovens de instituições de ensino de Évora, está patente no Centro de Arte e Cultura (CAC) da Fundação Eugénio de Almeida (FEA).

Segundo a Renascença, esta mostra é o resultado de um desafio lançado aos estabelecimentos de ensino pelo Serviço Educativo da FEA, para que recebessem, nas suas instalações, um conjunto de sessões que incidem sobre as exposições “Ilhéus”, de Moira Forjaz e “Strata”, de Deanna Sirlin, ambas patentes no CAC.

Convento da Cartuxa em Évora volta a alargar programa de visitas

A Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, decidiu alargar o programa de visitas ao Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, também conhecido por Convento da Cartuxa.

Depois de a abertura ao público ter sido marcada por uma grande afluência de visitantes, a Cartuxa de Évora irá receber um programa de visitas adicional a partir do dia 27 de outubro e durante os próximos meses.

Convento da Cartuxa recebe primeiro concerto após anos de silêncio

O Convento da Cartuxa, em Évora, reservado à clausura e ao silêncio durante anos, vai receber o seu primeiro concerto hoje, sexta-feira, com a atuação ao piano do músico e compositor Carlos Maria Trindade.

Esta iniciativa faz parte do 8.º Dia Aberto da Fundação Eugénio de Almeida (FEA), proprietária do Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli (Escada do Céu), também conhecido como Convento da Cartuxa, cujo programa começa hoje e decorre até domingo.

Évora recebe exposição para celebrar proximidade com Moçambique

A exposição “Ilhéus”, com mais 40 retratos fotográficos de habitantes da Ilha de Moçambique e da autoria de Moira Forjaz, vai estar em exibição no Centro de Arte e Cultura (CAC) da Fundação Eugénio de Almeida (FEA) em Évora, a partir de 19 de setembro.

De acordo com a Lusa, a mostra é de entrada gratuita e estará patente até ao final do primeiro trimestre do próximo ano.

Páginas