6 Março 2019      10:43

Está aqui

Évora cria novo festival dedicado ao feminino

O Municipio de Évora prepara-se para lançar uma nova proposta cultural que aborda "não só os direitos e as conquistas e as desigualdades e os atos de discriminação relativos à Mulher, mas que o faz segundo a sensibilidade feminina nas artes". Falamos do Artística Festival, que vai decorrer ente 8 e 10 de março, no Teatro Garcia de Resende.

Segundo a organização o novo festival pretende divulgar a criação e o trabalho artístico de mulheres e de expressões do feminino e promover e praticar o livre acesso à cultura.

No primeiro dia, 8 março, às 18h00, é projetado o filme “8, Avenue Lénine”, seguindo-se uma conversa com a realizadora, Valérie Mitteaux – a única iniciativa do Festival que decorre fora do Teatro Garcia de Resende e se realiza no Auditório Soror Mariana.

A exposição “9 Artísticas” também é inaugurada no dia 8, pelas 19h00, a qual consiste na mostra das 9 ilustrações que foram feitas por 9 artistas plásticas, para formar a palavra “artística”, nomeadamente: Elsa Poderosa; Joana Dias; Margarida Macedo; Patrícia Póvoa; Sara Feio; Sílvia Rodrigues; Simone Roberto; Susa Monteiro e Tamara Alves.

O dia 8 termina com o concerto da premiada cantora e compositora espanhola Mercedes Peón, às 21h30, e com a atuação da jovem rapper portuguesa, já conhecida pelo mundo, Mynda Guevara, às 23h30.

A conversa sobre o tema “Refugiados, arte e cultura” abre o Festival no dia 9, com as convidadas Isabel Galvão, do Conselho Português para os Refugiados; Barbara Rosa, do Festival Política, Mynda Guevara, artista; e Sara Fernandes, professora universitária.

Para essa noite estão agendadas as atuações de Emmy Curl, num concerto que se inicia às 21h30, e da DJ Lonely Low Rosa, pelas 23h30.

O Artística Festival promove no dia 10 de março, às 16h00, uma conversa sobre o tema “artista, liberdade, igualdade e género”, em que vão participar: Inês Teles, artista; Ana Pais, historiadora de arte; Filipa Oliveira, curadora; Alexandra Dias Ferreira, artista; Joana Tomé, do MDM; e Renata Ferraz, atriz e realizadora.

Segue-se, pelas 17h30 uma outra conversa intitulada “Workshop para construção de um festival”, na qual todos os membros do público presente são convidados a participar.

O evento encerra nessa noite com a música e as vozes do grupo feminino “Segue-me à capela”, no palco do Teatro Garcia de Resende.

Imagem de capa de franceculture.fr

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

 

 

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.