14 Setembro 2019      13:40

Está aqui

Estrangeiros "invadem" Universidade de Évora

A Universidade de Évora, na primeira fase, preencheu 963 das 1064 vagas disponíveis que tinha a concurso este ano – faltam preencher somente 101 para as restantes fases.

Gestão e Enfermagem foram os dois cursos que mais candidatos tiveram.

Mas este ano marca também um recorde para a academia alentejana no que toca a alunos estrangeiros ç divididos entre licenciaturas e mestrados integrados - sendo 2019/202 o ano letivo com mais alunos de fora de Portugal.

O número de alunos estrangeiros aumentou 50% face ao ano anterior. São agora cerca de 600 estudantes estrangeiros, de 22 países diferentes, com destaque para os alunos oriundos de Cabo Verde, Brasil e Angola.

A estes 600 alunos, juntam-se mais 150 alunos ao abrigo do programa Erasmus+, fazendo a universidade bater o record de alunos estrangeiros que procuram essencialmente, as licenciaturas e mestrados integrados, em Engenharia de Energias Renováveis, Engenharia Informática, Biologia, Relações Internacionais ou Economia.

A UÉ comunicou que, além da promoção e crescimento da projeção da universidade, a entrada em vigor do Estatuto do Estudante Internacional, e que tem permitido parcerias com instituições de países como Espanha, Turquia, Itália ou Brasil, e participado em programas de mobilidade, veio dar um maior impulso para que alunos estrangeiros venham para o Alentejo.

 

Imagem de twitter

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.