11 Outubro 2017      09:00

Está aqui

VII ENCONTRO RENAULT 4 EM TERRAS DE ARRAIOLOS

"VII ENCONTRO RENAULT 4 EM TERRAS DE ARRAIOLOS” & “56.º ANIVERSÁRIO DA R4"

Texto e fotografias: Victor Lamberto[i]

Carrascal (São Gregório – Arraiolos), 16 de Setembro, 15:00 – eis o ponto de encontro dos participantes no primeiro dia do “VII Encontro Renault 4 em terras de Arraiolos & 56.º Aniversário da R4”, passeio de fim-de-semana que deu a conhecer mais uma freguesia rural deste concelho, no âmbito dos "Eat-inerários Slow @ Alentejo", projecto criado a partir de um desafio inicialmente colocado pelo Slow Food Alentejo em 2011: a promoção de geoturismo slow em viaturas slow, por um território slow, com sabores Slow Food degustados em espaços slow, amiúde por estradas secundárias e recantos afastados das rotas habituais, por espaços rurais menos conhecidos, num outro Alentejo, genuíno, autêntico…

Este passeio comemorativo (e.g. 56.º aniversário da Renault 4) decorreu em dois dias, durante os quais os convivas descobriram mais uma parcela do território arraiolense - São Gregório e Santa Justa -, no âmbito da nossa preocupação em dar a conhecer as freguesias rurais de Arraiolos (aproximação iniciada em 2015)…

Esta sétima deambulação por terras de Arraiolos (que teve, como prólogo, para alguns dos convivas, um almoço com sabores locais em popular espaço de Carrascal) iniciou-se com recepção oficial aos participantes, a cargo da União de Freguesias de São Gregório e Santa Justa, e que incluiu exposição (e venda) de artesanato local e degustação de sápidos sabores locais (nomeadamente da bem conhecida empada de Arraiolos), com acompanhamento musical a cargo de um “artista” local, seguindo-se visita à desconhecida e abandonada Santa Justa e ao seu cemitério, tendo prosseguido com a deslocação até Vale do Pereiro, para uma incursão por terra batida para se conhecer um enorme sobreiro centenário e a visita a um produtor de figo-da-índia; com as viaturas estacionadas em lugar nobre (mais um!), teve lugar visita a exposição de artistas locais e um animado (e regado a cerveja) jogo de futsal entre ousados participantes e condescendentes valepereirenses, rematado com jantar alentejano, bolo do 56.º aniversário da R4 e bombons de bolota, tendo a presidente da C.M. Arraiolos marcado presença, o que apraz registar!

Seguiu-se a Renault 4 Fest, com animação musical, serviço de bar e muito convívio, tendo a população local e dos arredores marcado a sua presença pela noite dentro… Domingo iniciou-se com pequeno-almoço oferecido pela União de Freguesias de São Gregório e Santa Justa, animado pelo jogo da malha e compra de fresco pão alentejano em padaria local, seguindo-se visita a São Gregório e à sua igreja e deslocação à altaneira Aldeia da Serra, onde, e após estacionamento das viaturas em espaço nobre (novamente!), os convivas, guiados por um atencioso guia local, realizaram uma caminhada até à singular N. Sra. da Constância (onde ainda houve tempo para alguns colherem peras-bravas para amaciar vindouras aguardentes), o que permitiu abrir o apetite para visita a uma exposição de artesãos locais e para um sápido almoço alentejano, que voltou a incluir bombons de bolota, seguindo-se tertúlia sobre certificação de R4, um atelier sobre confecção da empada de Arraiolos (que captou a atenção da comitiva e de população local) e uma incursão por terra batida para um momento de descontracção numa taberna tradicional (o nosso chill-out), tendo o passeio terminado com a caravana a despedir-se ruidosamente da população de Carrascal (que acenou e convidou-nos a regressar), onde este encontro começara, no dia anterior!

O “VII Encontro Renault 4 em terras de Arraiolos & 56.º Aniversário da R4” foi um evento de celebração (e.g. 56.º aniversário da fidelíssima viatura, 4.º aniversário do “papamóvel R4”) em ambiente descontraído de (re)descoberta, degustação e convívio - uma vez mais, apaixonados pela R4 celebraram a sua paixão por este clássico, o Alentejo (território que tão bem acolheu esta viatura), as suas gentes (numa longa relação de proximidade e fidelidade à R4) e o seu património (a R4 é parte da paisagem alentejana), numa forma diferente de fruição da território - “slow travel” -, com os “Eat-inerários Slow @ Alentejo” e em colaboração com o Slow Food Alentejo…

Terminado o “VII Encontro Renault 4 em terras de Arraiolos & 56.º Aniversário da R4”, importa agradecer a todos os que o tornaram possível e o animaram, com destaque para os convivas presentes (realce para o imprescindível “Gang da Chamusca”) e para os anfitriões que nos acolheram, apoiaram e serviram: Câmara Municipal de Arraiolos (e.g. presença no jantar de aniversário da R4), União de Freguesias de São Gregório e Santa Justa (e.g. divulgação, degustação, exposições de artesãos, visitas guiadas, animação musical, dormidas, pequeno-almoço), Sociedade Primeiro de Novembro (jogo da malha), G.M.R. Valepereirense (e.g. futsal, Renault 4 Fest), Pepe Aromas (figos-da-índia), Moinho de Pisões (bombons de bolota), Sociedade Aldeia da Serra (estacionamento das R4), Vasco Beja - Serviços de Restauração & Eventos (atelier), artesãos e artistas locais (e.g. “músico” Gregório, Francisco Coelho), guia Luís Faúlha...

E para o ano contamos regressar a terras de Arraiolos para o fecho de um ciclo iniciado em 2011, com a oitava edição deste encontro a centrar-se na freguesia rural de Igrejinha… Mas até lá haverá ainda muito para conhecer e saborear com os “Eat-inerários Slow @ Alentejo”.

E a (re)descoberta de um outro Alentejo (e arredores), genuíno e de ”recantos” menos conhecidos e/ou inesperados prossegue, em Outubro, com mais uma animada jornada familiar dos “Eat-inerários Slow @ Alentejo” – será na margem esquerda do Guadiana, entre Pias e Moura!




[i] leader do Slow Food Alentejo   |   coordenador dos “Eat-inerários Slow @ Alentejo”

 

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.