Está aqui

Artigos publicados

O prazer da política

É isso mesmo! Para mim a política é um prazer.

Não prazer por qualquer poder que possa dai advir mas pelo prazer no trabalho e na acção nela envolvida.  

Queiramos ou não, a política está em tudo o que nos rodeia, em tudo o que fazemos, até mesmo em tudo o que julgamos fazer para nos afastarmos dela.

Toda a sociedade em que nos encontramos inseridos é regida por Leis. Leis essas feitas e discutidas na Assembleia da República por deputados eleitos por nós.

Eleições primárias comportamentos primários

Muito se tem dito e escrito sobre a actual situação interna do PS. No entanto, ao contrário do que se podia esperar, as maiores polémicas e comentários inflamados surgem dos próprios militantes do PS, apoiantes de ambos os candidatos.

Uma das vantagens que muitos apontam nas eleições primárias: a proliferação do debate em torno do partido e da melhor estratégia para a sua gestão em face da situação actual do País, está a transformar-se num autêntico tiro no próprio pé.

Este País não é para jovens

Assinalou-se esta semana o Dia Internacional da Juventude.

Como é hábito, para assinalar a data, foram lançados os resultados relativos a diversos factores do quotidiano dos jovens portugueses.

Resultados? Os jovens portugueses são dos que ganham menos a nível europeu. Equiparando ao nível de formação, concluímos que não existe qualquer acompanhamento salarial.

Actualmente, um jovem licenciado ou com mestrado ganha o mesmo que ganharia se tivesse optado por entrar no mercado de trabalho logo após a conclusão do secundário.

Gente pequena e gente crescida

“Isto são coisas de gente crescida”, oiço muitas vezes em conversas que vou tendo aqui e ali.

Por muito que custe a crer, esta é ainda a posição de muitos no que respeita à participação dos jovens na política.

E é também este tipo de atitudes que, em determinados cenários, acaba por afastar ainda mais os jovens de uma participação política mais activa.

A importância da educação

No próximo mês de Setembro, aquando do início do ano lectivo, muitos alunos serão forçados a abandonar os seus estabelecimentos de ensino em virtude da ordem dada pelo Governo para o seu encerramento.

No Alentejo, atendendo à última informação disponibilizada, serão encerradas 34 escolas no início do próximo ano lectivo.

Em consequência, centenas de alunos serão deslocados para os mega-agrupamentos escolares tão aclamados e defendidos pelo Governo.

Vagas, Bolsas e Emprego

Durante esta semana foi conhecido o número de vagas de acesso ao Ensino Superior, tendo sido registada mais uma redução.

Tentando apurar qual o critério escolhido para a redução do número de vagas, a resposta não foi fácil de obter, chegando-se à conclusão que tudo varia conforme os casos.

Novos desafios da natalidade

Recentemente voltou a falar-se do papel da mulher na sociedade.

Papel, isso mesmo.

Como se a mulher e o homem tivessem já personagens pré-destinados.

Surgem estudos para todos os gostos. Uns afirmam que a maternidade perturba a eficiência laboral, outros por seu lado afirmam que a redobram.
O que é certo é que na sociedade actual e por mais incrível que pareça ainda existem empresas com critérios de selecção completamente discriminatórios para com as mulheres grávidas ou com filhos recém-nascidos.

Novas regras, novos desempregados

Mais uma vez o Governo anuncia, com toda a pompa e circunstância a alteração do regime de estágios na função pública destinados aos jovens.

Desta vez, a alteração foca-se essencialmente na diminuição da duração do estágio, passando de 12 para 9 meses. Assim, sem mais.

Mas, afinal, o que implica esta redução?

Implica tão e somente a perda destes jovens ao direito ao subsídio de desemprego, dado que o período mínimo para que se possa ter direito a tal quantia não fica atingido.

Conselhos e conselhos

Em tempos alguém me deu o seguinte conselho: "fixa o que ouves, regista o que lês".

Na sequência da última reunião do Conselho Municipal de Juventude de Évora, tendo em conta o conselho dado, relembrei e revi algumas coisas que tenho ouvido e lido nestes últimos tempos.

Frases como "vamos dar voz aos jovens", "trataremos todos sem qualquer discriminação", "a lei tem de ser respeitada independentemente da cor política", cativaram muitos e deixaram-me expectante.

Páginas