Está aqui

Exposições

4 DIAS MEDIEVAIS E UMA HOMENAGEM A D. JOÃO I EM ELVAS

A cidade de Elvas, no Alto Alentejo, recebe entre amanhã e 2 de julho, o XI Festival Medieval de Elvas, com as ruas do seu centro histórico a encher-se de trovadores, bancas de mercadores, artesãos e artífices, arruadas, torneios de combate, gastronomia daquele tempo, cortejos com mais de uma centena de figurantes, dança, teatro e espectáculos circenses, com bobos e trapezistas e passeios a camelo.

O evento conta com torneios de arma a cavalo, na liça montada no Meio Baluarte do Príncipe, junto ao castelo e combates com lanças e espadas.

CUBA LEADER VOLTOU

A icónica Feira Cuba Leader, que deixou marcas na memória coletiva da região no Baixo Alentejo, volta agora como "Feira do Cante e das Tradições", entre 30 de junho e 2 de julho,

ALDEIA QUE O ALQUEVA ENGOLIU DÁ NOME A EXPOSIÇÃO ÚNICA

O Museu da Luz inaugura, na próxima 5ª feira, dia 29 de junho, a exposição temporária À Luz de uma nova História: Arqueologia nos novos caminhos da água, com uma mostra dos inúmeros vestígios do passado preservados no subsolo e que Alqueva permitiu trazer à luz do dia, durante os trabalhos de mobilização de terras para a construção das diversas barragens, canais, reservatórios e condutas que constituem o Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva.

ELVAS VAI RECEBER CIMEIRA MUNDIAL DE TURISMO MILITAR

O evento mundial a realizar no próximo ano em Elvas vai ser apresentado hoje, dia 23 de junho, às 18h00 horas e conta com a participação de Marcos Perestrello, secretário de Estado da Defesa Nacional e Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas.

OLIVEIRAS ANCESTRAIS DO ALENTEJO APAIXONAM ARTISTA CANADIANA

Chama-se Reneé Gagnon, é uma artista canadiana que vive em Lisboa desde a década de 70 do século passado e apaixonou-se pelas oliveiras ancestrais alentejanas em 2014. Tanto que se dedicou a investigá-las e a fotografá-las, num trabalho que acabou por a levar a visitar Espanha e Itália e a elaborar agora uma exposição de fotografia, que é precisamente resultado desse trabalho.

"Now and Ever Oliveiras" é o título desta exposição, que vai ser inaugurada a 13 de Julho no Museu das Comunicações, em Lisboa, onde ficará até 30 de Setembro de 2017.

MUSEU DE BEJA RECEBE REQUALIFICAÇÃO DE 1 MILHÃO

O Edifício do Museu Regional de Beja vai ser requalificado num investimento de 1 milhão de euros e cujas obras vão ser colocadas a concurso em julho para que a obra arranque em 2018, segundo avançou João Rocha, presidente do município.

A intervenção conta com apoios comunitários e inclui a requalificação do telhado e das coberturas e das infraestruturas elétricas. Posteriormente serão feitas intervenções para modernizar o interior do museu e instalar uma nova iluminação cénica exterior.

PONTE DE SOR RECEBE ENCONTRO NACIONAL DE MOLINOLOGIA

Amanhã e domingo (17 e 18 de junho) Ponte de Sor, no Alto Alentejo, recebe o 4.º Encontro Nacional de Molinologia, promovido pela Rede Portuguesa de Moinhos. O programa do evento inclui palestras, visitas guiadas, conversas com antigos moleiros e um pic-nic noturno.

AMMAIA FESTUM, O RENASCIMENTO DE UMA CIDADE ROMANA NO ALENTEJO

A ideia é arrojada mas parece estar à altura de um dos mais relevantes vestígios da sua época no país.

Falamos da cidade romana de Ammaia, fundada entre o ano 40 e 45 da era cristã, localizada em pleno Parque Natural da Serra de São Mamede, no concelho de Marvão, no Alto Alentejo, com uma área de aproximadamente 25 hectares e da vontade da Fundação Cidade de Ammaia e do município do Marvão em divulgar e valorizar o "património valioso" de toda a região.

TERRAS SEM SOBRA ENCERRA NA CATEDRAL DE BEJA COM BACH

Após 7 meses de duração, a edição de 2017 do Festival Terras sem Sombra realiza o concerto de encerramento n acatedral de Beja, a 17 de Junho.

Foram sete meses de solistas e agrupamentos de referência internacional num programa, estratégico para a afirmação do Alentejo como destino de arte e natureza, em que Espanha foi o país convidado. 

COMO SE ESCREVIA NO BAIXO-ALENTEJO?

Em Almodôvar está patente uma mostra da “História da Escrita no Baixo Alentejo - Das Origens aos Nossos Dias”.

No Fórum Cultural de Almodôvar, e da responsabilidade da CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, esta exposição pretende dar a conhecer a Escrita no Baixo Alentejo ao longo da História e a sua evolução, evidenciando o património histórico-cultural do Baixo Alentejo e promovendo a coesão territorial.

Esta exposição – cofinanciada pelo Alentejo 2020 - irá depois percorrer os vários municípios membros da CIMBAL.

 

Imagem de it.123rf.com

Páginas