Está aqui

Tecnologia

Zorrinho com solução para impasse no Programa Digital Europeu

Na sua intervenção feita dia 18 de Junho na Comissão de Indústria, Investigação e Energia, no âmbito do diálogo estruturado com a Comissária para a sociedade digital, Mariya Gabriel, Carlos Zorrinho considerou que o Programa Digital Europeu 2021-2027 com um investimento previsto de 9,2 mil milhões de euros, é uma enorme oportunidade para que a UE não seja relegada para um lugar secundário na revolução em curso, a qual vai transformar a forma como nos organizamos, criamos valor e vivemos em sociedade.

Nisa cria aplicação de realidade aumentada em mina de Ouro

Foi no passado fim de semana que a Câmara Municipal de Nisa lança lançou uma aplicação interativa para telemóvel e que vai recriar - em realidade aumentada - o ambiente vivido na antiga Mina de Ouro do Conhal.

A autarquia pretende dar aos visitantes uma experiência inovadora e original e para tal basta instalar a app “Trilho da Mina de Ouro do Conhal” para que os visitantes possam viajar no tempo e falar com habitantes imaginários e virtuais – como o centurião “Grifus”, o ti Jaime que é construtor de barcos e o Grifo, uma ave da região – e que servirão de guias netsa “aventura”.

Indústria de Sines cresce com o Porto

A indústria em Sines tem vindo a crescer com o aumento do volume de negócios do porto de Sines e o Parque Industrial de Sines – gerido pela Aicep Global Parques – tem sido alvo de procura de investidores estrangeiros, sobretudo do mercado norte-americano e chinês.

Há projetos para a instalação de um complexo de tancagem de gás natural e para a criação de uma fábrica de montagem de painéis solares, sendo Sines um ponto estratégico para posterior distribuição para a Europa.

 

Imagem de globalparques.pt

 

Évora: PCTA investe 5 Milhões e quer 60 empresas

O Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia vai investir €5 milhões de euros, até 2020, na construção de dois edifícios que se espera venham a ser o ponto de partida para cerca de 60 empresas das áreas das tecnologias, saúde e aeronáutica.

Desde abril, o especialista na área do empreendedorismo e inovação e professor e vice-reitor na Universidade de Évora, Soumodip Sarkar, assumiu o cargo de presidente executivo do PACT e pretende que o PCTA seja aquilo para que foi pensado: um centro de inovação, conhecimento e tecnologia e que leve o Alentejo ao mundo.

Évora recebe Encontro Nacional de Inovação

Será com o mote “Garantir o presente, criar o futuro” que o COTEC - Associação Empresarial para a Inovação vai promover um novo Encontro Nacional de Inovação, em Évora, a 22 de maio.

Neste evento anual - que será o último evento com Francisco de Lacerda, presidente executivo dos CTT e presidente da associação desde 2015, na presidência - gestores, empresários e políticos vão debater a indústria.

Évora terá veículos sem piloto em 2019

Em 2019, não se assuste se ao andar por Évora vir veículos autónomos cujos condutores não levam as mãos no volante.

Sendo Portugal um país que integra a fase piloto de um projeto de veículos autónomos, estes serão testados entre Évora e Mérida. A par do corredor Porto-Vigo, este é outro dos corredores de testes transfronteiriços protocolados entre Portugal e Espanha ao abrigo do projeto C-Roads.

Aviões com Alentejo nas asas

A nova geração de jatos da fabricante aeronáutica brasileira Embraer, os E-Jets (E2), já está nos céus e leva nas asas o Alentejo, uma vez que estas têm peças inovadoras e componentes fabricadas em Évora e na OGMA, em Alverca, nomeadamente o revestimento das asas, uma inovação da empresa e que se fabricou em Évora.

O novo jato da Embraer já foi entregue à maior companhia aérea regional escandinava, a norueguesa Widerøe – encomendou 15 aeronaves - e é só o primeiro dos novos modelos de jato da Embraer, uma vez que vêm aí também os E195-E2 e E175-E2.

Cortiça portuguesa em Marte

É verdade: a cortiça portuguesa vai chegar a Marte; a corticeira Amorim desenvolveu escudos térmicos em cortiça e que vão proteger as amostras de solo recolhidas em Marte pela Agência Espacial Europeia, a partir de 2020.

A cortiça reúne um conjunto de características ideais para ser usada neste tipo de iniciativas: é uma matéria prima leve, o que permite economizar combustível, e resistente ao calor e ao fogo, condições essenciais para a reentrada na atmosfera terrestre.

Évora e Setúbal unidas pela aeronáutica

Será a primeira pós-graduação em associação na área da aeronáutica e surge da união entre a Universidade de Évora e o Instituto Politécnico de Setúbal e que se deseja seja já uma realidade no próximo ano letivo, em setembro.

A intenção não é a de providenciar qualquer grau académico, mas a de providenciar uma formação pós-graduada que siga as orientações mais gerais dos cursos de 2º e 3º ciclos e que permita a creditação para posterior integração em níveis de formação avançada.

Mais competência científica e tecnológica para o Interior do país

É preciso defender a criação de centros de elevada competência científica e tecnológica para os Institutos Politécnicos do Interior do país.

A adoção de medidas que permitam a criação de centros de elevada competência científica e tecnológica para os Institutos Politécnicos do Interior do país devem ser consideradas prioridade. Esta é, sem dúvida alguma, uma boa forma para dar força aos territórios mais frágeis do interior do País.

Páginas