Está aqui

Literatura

Toda a gente conhece o Tanaco em Portalegre

António J. Mendes Azeitona, mais conhecido por Tanaco, um célebre mecânico de Portalegre, vai ser homenageado em Portalegre a 30 de março.

Um dos mais populares personagens portalegrenses, também conhecido por Tanaco, vai ter a sua vida relembrada em livro, com dezenas de histórias recolhidas pelo filho, César Azeitona. Sob o lema: “Não quero chatices, só o tempo bem passado”, esta biografia faz também uma viagem pelo quotidiano portalegrense nas décadas de 50, 60, 70 e 80.

X (de xis) anos depois – Uma memória por quem não quer esquecer:

Ou: Instantâneo Moral.

Ou: Ode ao Desencantado.

Ou: Manifesto pela Inocência Perdida.

Ou ainda, em código: FKYU * S. (de Schäuble)

Moita Flores em Évora para conversa com leitores e interessados

Amanhã, segunda 18 de março, Francisco Moita Flores vai estar na Biblioteca da Escola Conde de Vilalva, pelas 18 horas, para conversa com leitores e interessados

O escritor alentejano, natural de moura, realizará uma sessão sobre o “Mistério do Caso de Campolide”, primeiro policial de Francisco Moita Flores, antigo inspetor da Polícia Judiciária e conhecido criminologista.

X - Outro lugar

Tanto Amaro como Linda ficaram mais uns dias naquela paz e, no dia em que tiveram de partir, despediram-se com um sentimento de vazio. Linda não estava já em si. Linda já tinha chegado a 80% do lugar onde estaria, no lugar onde ficaria. Esse lugar era um lugar feio, vazio, onde ninguém queria estar. Amaro sabia onde a mulher ficaria, conhecia bem esse lugar vazio.

Arquitectura e vida monástica do Eremitério da Cartuxa de Évora em livro

O Eremitério da Cartuxa de Évora. Arquitectura e vida monástica é o nome do livro da autoria do Arq. Luís Ferro, que será lançado no próximo dia 7 de março, às 18h00, na Galeria de exposições da Casa de Burgos, em Évora.

Editado por Canto Redondo, este livro estabelece um diálogo próximo com a arquitetura do mosteiro de Santa Maria da Scala Coeli, interpretando a organização espacial, os muros, a métrica e a luz como os construtores do isolamento e do silêncio que possibilitam e favorecem a longa espera, que pauta o ritmo da vida cartusiana.

Receitas do livro sobre a estrada de Borba vão reverter para os familiares das vítimas

Tiago Salgueiro prepara livro sobre a Estrada Real entre Borba e Vila Viçosa e procura ajuda para poder publicar a obra. "Lancei hoje uma campanha para recolha de fundos, com o objetivo de publicar a obra “A Estrada Real – Memórias do caminho entre Borba e Vila Viçosa”. Este foi a única forma encontrada para uma eventual publicação". E compromete-se a dar "recompensas para todos os que quiserem colaborar" O investigador compromete-se ainda a fazer reverter "todas as receitas decorrentes da venda dos exemplares" para as famílias das vítimas da antiga Estrada Nacional 255.

Os uniformes da família real portuguesa

Será apresentado em Vila Viçosa, no Paço Ducal, a obra “Família Real – Uniformes”, da autoria de Pedro Soares Branco, no próximo dia 16 de fevereiro.

Pelas 16h, a obra com a chancela da Caos Editores e com o apoio da Fundação da Casa de Bragança será apresentada. A obra incide sobre os uniformes usados pela casa real portuguesa até à queda da monarquia, em 1910.

 

Imagem de plataformacidadaniamonarquica.files.wordpress.com

Alcácer do Sal: Daniel Sampaio apresenta livro sobre jovens, a internet e as redes sociais

O conceituado psiquiatra e terapeuta familiar Daniel Sampaio vai estar no Auditório Municipal de Alcácer do Sal no dia 19 de janeiro (sábado), pelas 16h, para apresentar o seu mais recente livro “Do telemóvel para o mundo: pais e adolescentes no tempo da Internet”.

Tiago Salgueiro prepara livro sobre a Estrada Real entre Borba e Vila Viçosa

Marcada pela tragédia, que vitimou cinco pessoas no final do ano passado, a antiga estrada nacional 255, que ligava Borba a Vila Viçosa, conta uma história muito mais antiga, estampada numa publicação que Tiago Salgueiro, Curador Assistente da Fundação Casa de Bragança e a trabalhar em Vila Viçosa, se prepara para lançar.
 
A obra "poderá ser argumento importante na defesa da requalificação deste percurso, apontando para o aproveitamento turístico desta paisagem única"
 

350 anos depois - Beja homenageia paixão e amor de Mariana Alcoforado

Este ano de 2019 marca os 350 anos da primeira edição das “Cartas Portuguesas” de Soror Mariana Alcoforado e a cidade de Beja vai fazer a justa homenagem dedicando-lhe o “Festival B”.

Será com base em Mariana Alcoforado e na história de amor das “Cartas Portuguesas” que o município de Beja está a desenvolver um programa especial e alargado dedicado à pessoa e ao legado de Mariana Alcoforado.

Páginas