Está aqui

Greta Thunberg

Jovens contestam em todo o mundo a negligência de governos contra as alterações climáticas

Hoje e numa escala nunca vista os jovens estudantes das escolas de todo o mundo fazem greve às aulas pelo clima. O movimento foi criado por Greta Thunberg, uma jovem sueca que decidiu fazer greve às aulas todas as sextas-feiras e sentar-se à frente do parlamento sueco, em protesto pelo que considera a inação política dos dirigentes, contra o aquecimento global e as alterações climáticas.

Estudantes de Reguengos de Monsaraz em greve às aulas pelo clima

No Alentejo, pouco é conhecido acerca de Greta Thunberg. São as redes socias que engrandecem o nome desta jovem de 16 anos. Greta é bem conhecida nos países nórdicos, através da sua participação na Cimeira das Nações Unidas sobre o clima. Foi a partir daí que nasceu o movimento #SchoolStrike4Climate. Em novembro, a Austrália parou para assistir a uma greve nunca vista. Seguiu-se a Alemanha, Suiça, França, entre muitos outros países.

Como surge este movimento em Portugal?

Estudantes alentejanos juntam-se à greve mundial contra as alterações climáticas

A ideia nasceu da ação de Greta Thunberg, uma jovem sueca que organizou um protesto em frente ao parlamento do seu país, em agosto do ano passado, com um cartaz onde se lia “School Strike for Climate”. O protesto gerou um movimento, que por sua vez despoletou manifestações em vários ponto do globo e que agora ganha escala mundial a 15 de março.