5 Agosto 2020      14:38

Está aqui

Como os negócios da moda, turismo, formação e lazer se estão a mudar para o online

As novas tecnologias estão a ajudar as empresas e as pessoas na sua vida quotidiana. Com utilizadores que usam cada vez mais o computador ou telemóvel para estudar, trabalhar ou comprar, muitos setores baseados nas tecnologias atingem novas formas para conseguir mais clientes e chegar a mais locais de nosso país e do mundo. Outras empresas que sabem as vantagens de ter sistemas de atendimento aos clientes através de internet investem em aplicativos, em empresas de publicidade online ou de criação de sites e lojas virtuais para entrar no mercado.

No primeiro trimestre de 2020 o número de comunicações eletrónicas e encomendas realizadas através da internet cresceram 7% em relação ao período homólogo e os serviços de canais de televisão por subscrição cresceu no primeiro trimestre do ano um pouco mais de um 4%, segundo o relatório de ANACOM, Autoridade Nacional de Comunicações.

Um grande número de empresas tem como um dos canais de venda o comércio eletrónico e 50% das empresas com mais de 10 trabalhadores usam as redes sociais como meio de comunicação principal com os seus clientes sendo que este meio já representa 19% do total do volume dos negócios em 2019 por vendas diretamente feitas através do comércio eletrónico.

Entre os meios preferênciais de pagamento que os utilizadores escolhem para as compras online estão o multibanco, transferência bancária ou cartão de crédit. Segundo o Instituto Nacional de Estatística, 80% dos utilizadores de Internet usam as redes sociais e 38,7% fizeram compras online durante o ano 2019.

Setores com maior presença online

Os setores que mais dentro estão da internet e fortemente sustentados nas novas tecnologias são a moda e cosmética, além das tecnologicas que abrangem diferentes subsetores como a formação, a banca eletrónica, os jogos de vídeo, o turismo e os serviços de streaming.

A formação é um dos setores com maior presença online, sendo possível realizar praticamente qualquer curso, uma especialização ou carreira universitária à distância através de plataformas online especializadas onde os estudantes encontram as matérias, aulas e vídeos, podendo descarregar o conteúdo de forma fácil com um sistema de códigos de acesso e com disco rígido virtual como o Google Drive ou o Dropbox.

Outros dos setores que têm ganho preponderância nos últimos anos são os jogos de vídeo e os jogos online, com várias opções para jogar através de diferentes dispositivos como o computador, as consolas e os telemóveis, bastando apenas uma boa conexão à internet. As empresas de jogos de vídeo lançam novidades todos os anos com sagas ou novas versões de jogos mais antigos, num mercado com grande dinâmica e muito competitivo.

Uma área que se tem evidenciado é a dos jogos de poker online, que desde a sua regulação em 2015, contam com maior presença na internet e atraem um número crescente de entusiastas, com maior transparência e segurança para os jogadores, que contam com diferentes sites legalizados para praticar e jogar partidas grátis ou com dinheiro fictício.

O turismo é outro dos setores com crescente presença online nos últimos anos, com plataformas para reservas de hotéis ou tours a nível mundial e voos ou aluguer de carros em todo o mundo. Ao mesmo tempo as próprias agências de viagens disponibilizam sites para pesquisas e reservas dos pacotes turísticos de forma rápida e num processo absolutamente validado. É o próprio turista quem pode imprimir os cartões de embarque ou as reservas a partir de sua casa, sem precisar deslocar-se até a agência. Algumas cidades adaptam-se as novas tecnologias para atrair mais visitantes oferecendo valor acrescentado ao turista como a cidade de Elvas que conta com WI-FI gratuito no Centro Histórico ou o Concelho de Mora que tem um Museu Interativo do Megalitismo.

A banca eletrónica acompanha este crescimento digital, com cada vez mais utilizadores a realizar através do site do seu banco, transferências, pagamentos ou consultar as operações de cada uma das suas contas, a qualquer hora e dia.

Mas o setor que mais consumidores tem ao nível mundial na internet é o da beleza. Dentro deste setor englobam-se cosméticos, maquilhagem, roupas, complementos e acessórios de moda, com grandes marcas a aumentar exponencialmente o volume de vendas online. Não é difícil encontrar na internet cursos de maquihagem, escolas de formação profissionais de moda e beleza e lojas multi marca ou das próprias marcas mais sofisticadas e conhecidas mundialmente, que obtêm lucros mensais de milhões de dólares como Nike, Zara ou Gucci dentro da moda ou MAC, Dior Make-up ou Bobbi Browm dentro da maquilhagem.

O mundo dos negócios está a transferir-se para o online e a tendência é tudo menos moda, ela veio para ficar.

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.