Está aqui

saúde

Évora: Corrida e Caminhada pelas crianças com cancro

“Acreditar faz-me mais forte” é o lema do Projeto Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro, criada em 1994, e que no próximo dia 30 de agosto (quinta-feira) vai ser ajudada, em Évora, através de uma caminhada e corrida, a partir das 21h30, na Praça de Giraldo.

Ozono acima do limite em Santiago do Cacém

Foi em comunicado que a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional Alentejo alertou para o facto de os limites de Ozono permitidos na atmosfera terem sido ultrapassados, no Concelho de Santiago do Cacém, ontem à tarde.

Os valores registados em excesso - mais 30 microgramas acima do limite de 240 mg por metro cúbico - foram observados na estação de qualidade do ar de Monte Velho às 14 h de ontem e prolongaram-se, pelo menos, por um período de 5 horas.

Évora quer um berço para todos

Objetivo: oferecer um berço a todas as crianças que nasçam no Hospital de Évora.

Foi este o ponto de partida BaBe, Banco de Berços, uma iniciativa proposta no Orçamento Participativo Portugal - a votação que decorre no site do Orçamento Participativo Portugal.

Esta ideia é inspirada numa prática finlandesa com cerca de 75 anos e surge agora no Alentejo pela mão de uma eborense, Maria João Rasga, em colaboração com Anisa Shahidian.

Alentejo recebe mais de 100 médicos

Foi tornada pública, esta semana, por parte do Ministério da Saúde a abertura de um concurso para contratar médicos que terminaram a especialidade nas áreas hospitalares, de medicina geral e familiar e de saúde pública.

Em comunicado enviado à redação, é revelado que, no âmbito da Administração Regional de Saúde do Alentejo, foram identificadas 109 vagas, para recrutamento de pessoal médico, nas diversas especialidades, estando divididas do seguinte modo: cuidados de saúde hospitalares, 81 vagas; saúde pública, 1 vaga e para a área de medicina geral e familiar, 27 vagas.

 

Cuide das suas costas este verão

Cuidar de todo o corpo, e mente, é um imperativo para que podamos responder positivamente aos desafios do dia a dia.

Cantinas escolares alentejanas lideram nas queixas

Este ano letivo, houve 854 queixas sobre as cantinas escolares, sendo que a falta de pessoal e a qualidade e quantidade dos alimentos foram as reclamações mais frequentes, segundo relatório anual da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE).

Contabilizando as cantinas de escolas que foram concessionadas a privados, foram servidas cerca de 25 milhões de refeições aos alunos do 2.º e 3.º ano de escolaridade e ensino secundário e das quais resultaram 854 denúncias.

Universidade de Évora estuda a Saúde dos Professores

A Universidade de Évora em parceria com a Universidade do Algarve, realizaram juntas um dos maiores estudos de sempre sobre stress, motivação e saúde dos professores em Portugal.

Litoral Alentejano com nova urgência

Já é percetível e visível a existência da nova Urgência da ULSLA, no Hospital do Litoral Alentejano.

Ao fim de alguns anos de espera, esta nova urgência pretende representar uma melhoria das condições de atendimento dos utentes na Urgência Médico-cirúrgica do Hospital.

Tendo sido iniciada em janeiro, espera-se que em outubro esteja já em funcionamento, numa obra, representa um investimento a rondar um milhão e seiscentos mil euros de investimento.

A nova urgência terá uma área total de 1100m2.

 

Reforço de cuidados de Saúde em praias alentejanas

Acontece também este ano o reforço de Postos de Saúde na Costa Alentejana e as praias de Vila Nova de Milfontes e de Zambujeira do Mar, em Odemira, serão reforçadas com postos de saúde.

ARS Alentejo reforça contratação de profissionais de saúde

A Administração Regional de Saúde do Alentejo vai reforçar a contratação de profissionais de saúde de modo a fazer face ao impacto da redução do período normal de trabalho de 40 horas semanais para 35 horas semanais e que está a ter sérias implicações nas carreiras gerais e no pessoal de enfermagem.

Já foi assim aprovada, pelos ministérios da Saúde e das Finanças, a contratação de um total de 78 profissionais para a totalidade dos estabelecimentos do SNS da região de saúde do Alentejo, e que irão reforçar o número total de efetivos de cada instituição hospitalar.

Páginas