Está aqui

Ferreira do Alentejo

Fibra ótica chega a Borba, Castro Verde, Ferreira do Alentejo e Vidigueira

A NOS acaba de reforçar a sua presença nos municípios de Borba, Castro Verde, Ferreira do Alentejo e Vidigueira dando acesso à população a redes de última geração. Os mais de 24.000 habitantes, empresas e instituições dos municípios de Borba, Castro Verde, Ferreira do Alentejo e Vidigueira, passam agora a ter disponível comunicação por fibra, juntando-se assim aos 248 municípios do país com uma rede que suporta velocidades de 1Gbps.

Fábrica polémica destruída por incêndio em Ferreira do Alentejo

A fábrica de transformação de bagaço de azeitona em Fortes, de Ferreira do Alentejo, ficou esta madrugada destruída por um incêndio, que foi dado como extinto antes das 7 da manhã, não havendo vítimas a registar. Grande parte da fábrica foi consumida pelas chamas, apesar dos 20 operacionais bombeiros e GNR e seis viaturas que estiveram envolvidos no combate.
 

Alqueva "não está preparada" para acolher milhares de imigrantes

Luís Pita Ameixa, presidente da Câmara de Ferreira do Alentejo, defende que a região não está preparada para acolher os milhares de imigrantes que ali chegam para fazer trabalhos agrícolas.
Pita Ameixa defende que há um problema de mão-de-obra sazonal mas que a região não tem condições para alojar os imigrantes que recebe, vindos de Leste e da Ásia e considera que parte da responsabilidade é da EDIA por considerar que o papel da empresa que gere Alqueva não se deve limitar às infraestruturas mas também ao desenvolvimento.

Ferreira do Alentejo com projeto de prevenção de quedas na população idosa

O Centro de Saúde de Ferreira do Alentejo está a promover o Projeto Comunitário com o tema “Envelhecer Sem Quedas”, que aborda a prevenção de quedas na população com 65 e mais anos.

A ação insere-se no âmbito da orientação do Ensino Clinico de Enfermagem em Saúde Comunitária, dos alunos do 4º ano/1º semestre da Escola Superior de Saúde de Beja, e pretende ensinar a população idosa a prevenir as quedas e a reduzir comportamentos de risco.

Um quarto dos alunos não passa no 1º ano em Moura e Ferreira do Alentejo

Um quarto dos alunos não passa no 1º ano em Moura e Ferreira do Alentejo. São cerca de 24% os alunos que, no 1º ciclo, ficam retidos logo no primeiro ano, sendo que na totalidade do distrito de Beja, os números da retenção neste ano de escolaridade representam um quinto dos alunos.

Breves: Ferreira do Alentejo com investimento de 2 milhões em Parque de Empresas

A Câmara de Ferreira do Alentejo conseguiu ver aprovado financiamento comunitário para o projecto de expansão do Parque das Empresas daquela vila alentejana, num total de 2 milhões de euros.

O projecto, que aumentará o parque em mais de 7 hectares e 38 novos lotes, vai ser comparticipado pelo FEDER em 85%.

 

“Trenó de Sorrisos” passa no Alentejo

No total, serão cerca de 2500 crianças a quem a Fundação Vodafone espera chegar, no interior do país, com a iniciativa “Trenó de Sorrisos”.

Entre 5 a 14 de dezembro, este “trenó” chegará a três municípios alentejanos: Gavião (11 dez), Arraiolos (12 dez), Ferreira do Alentejo (13 dez). Os restantes contemplados serão Mirandela, Freixo de Espada à Cinta, Covilhã, Soure, e Loulé, num total de cerca de 1500 km.

Ferreira do Alentejo: Vale da Rosa aposta no enoturismo

A herdade do Vale da Rosa, em Ferreira do Alentejo, conhecida pela sua produção de uva de mesa - produz 13 variedades de uva de mesa, sete das quais sem grainha - tem uma nova aposta comercial e já investiu cerca de 100 mil euros num programa de enoturismo.

Ferreira do Alentejo: 1,2 M/€ depois, população e empresa fazem as pazes

Em Fortes, Ferreira do Alentejo, existe uma fábrica – propriedade da AZPO - dedicada à transformação de bagaço de azeitona. Devido a problemas ambientais, e após 9 anos de queixas por parte da população, a fábrica foi encerrada – por seis meses - por ordem do IAPMEI, já no decorrer deste ano.

Ferreira do Alentejo cria rotas turísticas com a CP

O Município de Ferreira do Alentejo estabeleceu uma parceria com a CP-Comboios de Portugal, na criação de Rotas Turísticas dedicadas às uvas, ao azeite e ao vinho para turistas a partir de Lisboa, com o objetivo de combater a sazonalidade no turismo da região.

As chamadas Rotas das Uvas sem Grainha e do Azeite e Vinhos Alentejanos vão estar disponíveis para os visitantes, de terça a sábado. A rota das uvas estará disponível até 15 de novembro e as do azeite e do vinho até 28 de fevereiro de 2019.

Páginas