Está aqui

ministro do Ambiente e da Ação Climática

Estudo de Évora propõe ideias ao Governo para a conservação da biodiversidade

A diretora do Fundo Ambiental e a reitora da Universidade de Évora assinaram, no Ministério do Ambiente, o protocolo de cooperação para a realização do estudo “Biodiversidade 2030: contributos para a abordagem portuguesa para o período pós-metas de Aichi”, avança a Renascença.

Miguel Araújo, professor da Universidade de Évora e coordenador deste novo estudo, espera que este projeto esteja pronto daqui a dois anos, e que seja uma “ponta de lança” para propor novas iniciativas que ajudem na adoção de políticas nacionais na área da conservação da biodiversidade.

Ministro do Ambiente preocupado com baixo nível das albufeiras a sul do Tejo

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, considerou preocupante o baixo nível das albufeiras, sublinhando que a seca é um problema estrutural a sul do rio Tejo, e pedindo por isso poupança de água.

Em declarações à agência Lusa, o ministro disse que “não é o problema da seca que é preocupante, é mesmo o baixo nível das albufeiras, particularmente no sul do país e mais ainda no sotavento algarvio”.

Leilão solar no Alentejo com procura 10 vezes superior à oferta

O concurso dos 12 lotes de área para a produção de energia solar no Alentejo e Algarve entra esta semana na fase final e a procura foi 10 vezes superior à oferta com 35 candidatos na fase de pré-qualificação.

A concurso está um total de mais de 700 megawatts de potência e o ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, mostra-se otimista e confinado de uma disputa acérrima a cada um dos leilões.