Está aqui

Corredor Internacional Sul

Governo investe 147 milhões de euros na ferrovia do Alentejo

O Governo estima investir 384 milhões de euros em infraestruturas ferroviárias para o próximo ano, em quatro corredores estruturantes, de acordo com o relatório da proposta de Orçamento do Estado para 2021.

Segundo o documento, 147 milhões de euros serão alocados ao Corredor Internacional Sul. Já 99 milhões de euros estão destinados ao Corredor Internacional Norte, 78 milhões de euros ao Corredor Norte-sul e 60 milhões de euros a Corredores Complementares, de acordo com uma estimativa dos investimentos estruturantes a realizar pela Administração Central.

Corredor Internacional Sul: troço de Évora a concurso por mais de 100 milhões

Já decorre o concurso público para construir o troço ferroviário Évora - Évora Norte, parte do Corredor Internacional Sul e que liga Sines à fronteira com Espanha, no Caia.

O concurso lançado pela Infraestruturas de Portugal, inclui, além da construção, as superestruturas de via e catenária entre Évora e a fronteira do Caia, em Elvas, segundo o traçado aprovado no Estudo de Impacto Ambiental e com a bitola ibérica.

Pedro Marques visita obra no troço ferroviário Elvas - Caia

O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, visita hoje a obra de Modernização da Linha do Leste atualmente em curso no troço Elvas – Caia (fronteira).

Nova linha ferroviária de Évora: Estudo ambiental "prefere" Ramal de Reguengos

A Ligação ferroviária entre Évora e Évora Norte - Variante de Évora, no âmbito do Corredor Internacional Sul, está desde ontem em consulta pública para avaliação do impacte ambiental.

O objetivo do estudo foi o de analisar as implicações ambientais (impactes) do projeto e identificar o corredor alternativo ambientalmente mais favorável à implantação futura do projeto, entre as 3 possibilidades em análise. 

Alta Velocidade Évora: Município defende que "não precisamos de fazer as coisas à pressa"

A Comissária Europeia dos Transportes, a eslovena Violeta Bulc desloca-se ao Alentejo em Março para assistir ao arranque das obras ferroviárias da alta velocidade que ligarão Évora-Elvas e Elvas-Fronteira, dois troços que perfazem um total de 91 quilómetros do chamado Corredor Internacional Sul, cujo investimento ronda os 400 milhões de euros. A notícia foi avançada pelo "Expresso" que adianta também que o Governo pretende "mostrar o empenho em recuperar dos atrasos ferroviários do país e do próprio Plano Ferrovia 2020".
 

626 MILHÕES DE EUROS PARA LINHAS NO ALENTEJO

O corredor internacional sul, que prevê a construção de uma nova linha entre Évora Norte e Elvas (79 km), a eletrificação e modernização dos corredores Sines-Ermidas-Grândola e Évora-Évora Norte e a instalação do sistema ERTMS entre Évora e o Caia vai receber 626 milhões de euros de investimento e permitir não só uma ligação direta à fronteira do Caia, como um aumento de capacidade diária na saída de carga do Porto de Sines.