Está aqui

ANACOM

Governo vai lançar tarifa social da Internet para os mais pobres

O Governo prepara-se para definir uma tarifa social da Internet para as pessoas com menos recursos, à imagem do que se passa com a energia e que será automática.

O Governo vai definir um tarifário reduzido cuja aplicação “é da responsabilidade” dos operadores e irá permitir aos consumidores com baixos rendimentos acederem a serviços como o email, as redes sociais e as videochamadas.

Rede móvel apresenta “piores desempenhos” no Alentejo e Centro

A Anacom divulgou que há grandes desigualdades de cobertura e qualidade de serviço das redes móveis nas zonas predominantemente rurais, onde há zonas sem nenhuma cobertura de rede. De forma geral, é na Área Metropolitana de Lisboa (AML) que se identifica melhor cobertura e melhor qualidade dos serviços, seguindo-se Norte e Algarve. “No extremo oposto, com os piores desempenhos”, estão Centro e Alentejo, refere a entidade.

Alentejo e Grande Lisboa têm a Internet mais rápida do país

O Alentejo foi uma das regiões  com melhores resultados no “download”em acessos móveis.

O Alentejo e a Área Metropolitana de Lisboa são as regiões que em Portugal Continental com melhores resultados no que respeita à de velocidade de acesso à Internet, segundo um estudo da Anacom, a Autoridade Nacional de Comunicações.

A situação pandémica que se vive provocou, em 2020, um aumento do número de testes à velocidade de acesso à internet com o NET.mede, tendo sido registados, com mais de 1,4 milhões de testes, um aumento de 125%.

Migração da TDT recomeça hoje em Portalegre

Após os adiamentos dos trabalhos devido à pandemia de covid-19, a retoma da migração da televisão digital terrestre (TDT), essencial para o desenvolvimento do 5G, tem início hoje, dia 12 de agosto, no distrito de Portalegre.

O processo irá prolongar-se até ao dia 21 de agosto, e tem como objetivo mudar a frequência dos seguintes emissores:

Alter do Chão – dia 12 de agosto

Sousel – dia 17 de agosto

Elvas – dia 18 de agosto

Campo Maior e Arronches – dia 19 de agosto

Castelo de Vide e Nisa – dia 20 de agosto

Migração da TDT arranca em Portalegre a 12 de agosto

O processo de migração da rede de televisão digital terrestre (TDT) vai ser retomado a 12 de agosto no distrito de Portalegre, de acordo com a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom).

Entre 12 e 21 de agosto, “está previsto que mudem de frequência os emissores de Alter do Chão, no dia 12; seguindo-se o de Sousel, a 17; e o de Elvas, no dia 18”, enquanto “os emissores de Campo Maior e Arronches mudam de frequência no dia 19; Castelo de Vide e Nisa no dia 20 e o emissor do Gavião muda de frequência no dia 21”, refere o regulador em comunicado, segundo noticiado pela Lusa.

Municípios alentejanos recebem vouchers da UE para instalação de wi-fi

Fronteira, Odemira, Ponte de Sor e Rio Maior fazem parte dos 12 municípios portugueses que foram contemplados com vouchers da União Europeia para a instalação de wi-fi em locais públicos.

A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) anunciou esta segunda-feira que, com estes 12 municípios “de um total de 14 candidatos”, passam para 277 os municípios portugueses que conseguiram apoios da Comissão Europeia para a instalação de wi-fi, ou seja, “cerca de 90% dos municípios”.

Cabo submarino que liga Sines a Brasil irá recolher dados sísmicos

O cabo submarino que irá ligar Portugal e Brasil entre o Funchal e Sines, vai conseguir recolher dados sísmicos, o que pode ajudar a tomar decisões sobre a criação de alertas e avisos de ocorrência de tsunamis e terramotos.

De acordo com a ANACOM, este é o primeiro sistema internacional no mundo a integrar esta funcionalidade, que deverá estar operacional no segundo trimestre de 2021.

Mais de metade dos encerramentos dos balcões dos CTT foram no Alentejo

Os CTT encerraram no ano passado 70 estações de correios, medida que afetou 33 concelhos no País, metade dos quais no Alentejo. Os dados foram fornecidos pela ANACOM e tratados pelo JN.

Contas feitas os CTT – Correios de Portugal e da Caixa Geral de Depósitos (CGD) encerraram respetivamente 65 balcões e 70 estações de correios, embora os CCT defenda que mantém lojas ou postos em todos os concelhos do País.

Alentejo perdeu 17 estações de correios em 2018. CTT vão encerrar mais 15

Das 33 estações dos CTT encerradas em 2018, uma medida que está a afetar sobretudo o interior do país, mais de metade foram no Alentejo. Segundo a ANACOM a os CTT preparam-se para encerrar mais 15 estações dos correios e o interior vai ser novamente o mais sacrificado, resultado do plano de restruturação da empresa de serviço postal. Sem adiantar quais, para a ANACOM a medida vai afetar mais de 400 mil habitantes.

CTT - UM CASO DE PRIVATARIA

Foi o argumento mais usado para justificar a privatização de muitas empresas públicas: o Estado gere mal, os privados é que sabem.

Foi com este discurso de que o privado é que é bom que na última década vimos passar para a mão de privados sectores e empresas públicas importantes, que para além de constituírem pilares estratégicos da economia portuguesa e prestarem serviços essenciais eram empresas lucrativas para o Estado.