9 Agosto 2019      16:12

Está aqui

Monsaraz tem um castelo medieval, um céu mágico e agora uma praia premiada

Nós sabemos que o tempo não está muito convidativo para praias mas há um segredo que temos que revelar. As praias de Alqueva não perdem veraneantes, mesmo que chova, literalmente. Tudo porque e apesar do tempo cinzento, está calor e a água é voluptuosamente tépida.

Uma daquelas três praias, a que nasceu primeiro, acaba de ser eleita a primeira da região sul e a terceira de Portugal numa votação promovida no site do Guia das Praias Fluviais. E é tão particular que os nadadores-salvadores estão à sombra de um chaparro.

Os portugueses puderam votar para a Praia do Ano de Portugal em todas as praias fluviais do país classificadas pela Agência Portuguesa do Ambiente e numa seleção das melhores praias não classificadas. Em primeiro lugar ficou a praia da Fraga da Pegada (Macedo de Cavaleiros), em segundo a praia de Santa Luzia (Pampilhosa da Serra) e em terceiro a praia fluvial de Monsaraz.

Este ano, a praia de Monsaraz recebeu também o segundo prémio da Praia + Acessível, no âmbito do programa “Praia Acessível – Praia para Todos”. O galardão é atribuído desde 2005 pelo Instituto Nacional para a Reabilitação, pela Agência Portuguesa do Ambiente e pelo Turismo de Portugal às zonas balneares que se destacam pelas condições de acessibilidade, segurança, autonomia, conforto e independência que proporcionam às pessoas com mobilidade condicionada.

Desde a inauguração em 2017, a praia fluvial de Monsaraz tem a Bandeira Azul, a Bandeira de Praia Acessível por cumprir os requisitos de acesso para pessoas com mobilidade condicionada e a classificação de Praia Saudável por ter as devidas normas de segurança e de qualidade do ambiente. A frente de praia tem 150 metros de extensão e permite a sua utilização por mais de um milhar de banhistas em simultâneo.

Não há forma de descrever uma manhã naquela praia, um almoço na vila medieval, no cume do monte mais alto da região e com uma vista de quase 360º para o Alqueva, com uma gastronomia magnífica e vinhos excelentes, uma descida de novo para a praia, para uma tarde morna e um por do sol único, refletido num magnífico espelho de água, para acabar a jantar em qualquer um dos restaurantes das redondezas, sob um céu estrelado classificado pela UNESCO. Leu bem, classificado pela UNESCO.  Este é o primeiro sítio do mundo a ser certificado pela Starlight Foundation como um “Starlight Tourism Destination”. Esta certificação, concedida pela Fundação Starlight, é apoiada pela UNESCO, UNWTO e IAC. Mas nós avisámos, só vendo para acreditar.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.