Está aqui

Alqueva

ALQUEVA RECEBE MAIS 260 MILHÕES PARA INVESTIR NO REGADIO

O Ministro da Agricultura Luís Capoulas Santos garantiu ontem nas audições parlamentares do Orçamento do Estado para 2018 que ainda este mês será celebrado um contrato de empréstimo com o Banco Europeu de Investimentos (BEI)  e com o Banco do Conselho da Europa de 260 milhões de euros, com o intuito de reforçar a área de regadio do Alqueva em mais 50 mil hectares, a concretizar até 2022.

JOSÉ CALIXTO REELEITO PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA LAGO ALQUEVA

O presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, foi reeleito para novo mandato na presidência da Associação Transfronteiriça Lago Alqueva (ATLA).

O órgão que tem como vogais José Manuel Grilo (Presidente da Câmara de Portel), Carlos Alves (Vereador da Câmara Municipal de Serpa), Ramón Farias (Presidente do Ayuntamiento de Villanueva del Fresno) e Óscar Diaz (Presidente do Ayuntamiento de Alconchel).

6 MIL AGRICULTORES CONVIDADOS PARA MODELO PARTICIPATIVO DE ALQUEVA

A Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva (EDIA) iniciou esta semana a apresentação junto de cerca de 6 mil agricultores do Modelo Participativo dos Perímetros de Rega de Alqueva.

Ao todo são 9 sessões agendadas onde se debaterão os apoios aos agricultores, qualidade do serviço prestado e novo tarifário de água de Alqueva.

EDIA VENCE PRÉMIO COM PROJECTO QUE PRESERVA TERRENOS AGRÍCOLAS

Imagine-se a quantidade de subprodutos agrícolas resultado dos milhares de hectares de explorações agrícolas em Alqueva. Agora imagine-se que essa quantidade imensa de "restos" orgânicos é recolhida, tratada e transformada em fertilizante que volte à terra.

A ideia já existe, dá pelo nome de “Unidades de Recirculação de Subprodutos de Alqueva”, e é desenvolvido pela EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva (EDIA) que acabou de ser premiada pelo Fundo Ambiental Português no âmbito do programa “Apoiar a Transição para uma Economia Circular”.

AGRICULTURA NO ALQUEVA FAZ-SE HÁ MILHARES DE ANOS

O Núcleo Museológico da Rua do Sembrano em Beja tem, desde ontem, uma nova exposição acerca da paisagem agrária do Baixo Alentejo na Pré-História.

MOURÃO: PADLE, WINDSURF, KITESURF EM FESTIVAL NÁUTICO

Mourão, a vila alentejana ribeirinha de Alqueva prepara-se para receber um Festival Náutico nas águas do Grande Lago, que vai ligar a Aldeia da Luz à Praia Fluvial de Mourão. O festival inclui demonstração de desportos náuticos, padle, windsurf, kite surf e natação e jogos de praia como o volei de praia, futebol de praia, bocci/petanka entre outros e decorre no próximo dia 19 de outubro.

ALQUEVA FORA DA NOVA LIMITAÇÃO DE CRESCIMENTO DA DÍVIDA

O Governo pretende reduzir de 3% para 2% o crescimento da dívida das empresas públicas, segundo uma versão preliminar da proposta do Orçamento do Estado para 2018 (OE2018) a que a Lusa teve acesso.

De acordo com esta versão do OE2018 "o crescimento do endividamento das empresas públicas fica limitado a 2%, considerando o financiamento remunerado corrigido pelo capital social realizado e excluindo investimentos, nos termos a definir no decreto-lei de execução orçamental".

AINDA RESTAM CRAVOS PARA PLANTAR?

No ano em que comemoramos 43 anos sob a revolução de Abril de 74, na qual foi implementado o atual modelo de regime democrático em que vivemos, deve-se destacar a conquista do Poder Local pela efetiva possibilidade de participação das populações nas variadas tomadas de decisão, designadamente, a nível dos órgãos autárquicos.

COMO FERREIRA DO ALENTEJO ENCONTROU O NOVO CLUSTER DOS FRUTOS SECOS

Ferreira do Alentejo, no Baixo Alentejo, conhecida pelo azeite e pela uva de mesa, tem estado a preparar-se para liderar um novo sector da agroindústria que as condições do solo e a disponibilidade de água com Alqueva permitem e que integram o conjunto de culturas alternativas aos sistemas agro-pecuários e florestais tradicionais. Falamos dos frutos secos.

DONO DAS LOJAS DEBORLA E AMIGOS ESCOLHEM PRAIA DE MOURÃO PARA FÉRIAS

O proprietário da conhecida cadeia de Lojas DeBorla, Jaime Rocha, escolheu o Alqueva e Mourão para uma pausa de quatro dias.

O empresário da cadeia especializada em decoração alugou 11 embarcações e durante quatro dias vai estar com cerca de 70 amigos a descansar em Mourão. Os barcos, alugados pela Amieira Marina, amanheceram ancorados em Mourão.

Com 30 lojas espalhadas pelo país, o grupo emprega diretamente mais de 550 pessoas.

Páginas