3 Junho 2019      12:57

Está aqui

Mazgani prepara grande concerto em Portel

Mazgani vai atuar no dia 9 de Junho às 23h Nos Serões dos Claustros, em Portel. 
 
Mazgani deu início à sua carreira com a edição do álbum “Song of the new heart” no final de 2007. Um debut aclamado pela crítica especializada, com grandes canções, de belas melodias e uma poesia que dificilmente se enquadraram no facto de ser somente um primeiro disco.
 
A revista de renome “Les Inrockuptibles”, em França, deu logo a sua opinião: Mazgani foi considerado um dos 20 melhores novos artistas musicais da Europa. No final de 2008, o International Songwriting Competition, onde figuram nomes como Tom Waits e Jerry Lee Lewis no painel de juízes, premiou com o terceiro lugar o tema “Somewhere Beneath The Sky”. Concorreram a esta competição 16,000 artistas de todo o mundo.
 
2009 foi um ano repleto de actividade: o lançamento do EP “Tell the People” – uma edição Optimus Discos, e a edição internacional “Ladies and gentleman, introducing Mazgani”. Esta colectânea reúne os 5 temas do EP “Tell the People” e 5 temas do primeiro álbum, bem como o tema inédito “Slaughterhouse of Love”. Este lançamento foi motivo de várias digressões pelo BeNeLux e Escandinávia, incluindo um showcase no Festival Eurosonic em Janeiro 2010.
 
Em Abril de 2010, Mazgani lançou aquele que é o seu segundo disco de originais “Song of Distance”. A ambição era encontrar a paixão e a verdade de cada desempenho, a vida de cada canção. O resultado é um disco despojado e nú, que expõe uma voz que canta a solidão dos grandes amores, a falta, a queda e a urgência. Song of Distance entra para o top 20 de vendas do chart da AFP, Mazgani dedica-se à estrada, actua pelo país e também lá fora, pela Holanda, Escandinávia, no Europavox em França; o disco é recomendado em várias listas dos melhores do ano no final de 2010.
 
Mazgani inícia 2011 com uma tournée internacional por Espanha, França e Holanda, com um regresso a casa num concerto esgotado no Teatro Aberto em Lisboa. A tournée é documentada para um futuro “road movie” de Rui Pedro Tendinha, “Estrada para Mazgani”. Entretanto, antes do final de 2011, Song of Distance – esgotado no território nacional – é reeditado numa edição orientada para o mercado Alemão, através da distribuidora Broken Silence.
 
2013 chega o terceiro disco, “Common Ground” , produzido por John Parish com a colaboração de Mick Harvey, e integralmente gravado e misturado em Bristol, Inglaterra.
 
“Lifeboat” é editado em 2015 que, para além do single de apresentação “To Love Somebody”, inclui reinterpretações de temas de PJ HARVEY, LEONARD COHEN, ELVIS PRESLEY, COLE PORTER, LEE HAZELWOOD, entre outros. Esta releitura muito pessoal de MAZGANI da obra de figuras marcantes no seu percurso musical, e na sua vida, ficou registada neste trabalho co-produzido por Mazgani e Hélder Nelson, e gravado live on tape, ou seja, em estúdio mas ao vivo, de modo a captar o espaço e os momentos na perfeição.
 
“The Poet’s Death” chega em Setembro de 2017, co-produzido com Peixe (Ornatos Violeta) e, para além de aclamado pela crítica, tem vindo a esgotar salas por todo o país.
 
 
Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão
 
 
 
 
CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.