12 Abril 2019      17:49

Está aqui

Serviço de Urgências de Beja obriga grávidas a deslocarem-se para Évora em meios próprios

O serviço de urgências do Hospital de Beja não está a aceitar mulheres grávidas por falta de médicos de Ginecologia e Obstetrícia, estando a comunicar às mulheres grávidas ou à família que têm de recorrer pelos seus meios a outra unidade hospitalar, sendo que a mais próxima é a de Évora, a mais de 80 quilómetros.

Já em janeiro o Hospital de Beja recorreu ao mesmo procedimento, pelas mesmas razões.

A falta de médicos no Serviço de Urgência de Ginecologia/Obstetrícia em Beja, faz com que, entre as 8 horas de hoje e as 8 horas de amanhã, sábado, as grávidas tenham que recorrer, pelos próprios meios, aos serviços do Hospital do Espírito Santo, em Évora, a mais de 80 quilómetros, ou aos de Setúbal ou Faro, ainda mais distantes.

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.