30 Dezembro 2020      11:22

Está aqui

Castelo de Vide abre Centro de Interpretação Garcia d’Orta no próximo verão

O Centro de Interpretação dedicado à vida e obra do médico Garcia D’Orta vai abrir ao público em Castelo de Vide no próximo verão, adianta a Rádio Portalegre.

As obras da última fase de reabilitação e adaptação do antigo edifício das Termas de Castelo de Vide para Centro de Interpretação tiveram um custo global de dois milhões de euros, tendo ficado concluídas este mês de dezembro.

António Pita, presidente da Câmara de Castelo de Vide, mostrou-se muito satisfeito pela concretização deste projeto “estruturante para Castelo de Vide”, que pretende qualificar a oferta turística e cultural.

O autarca sublinhou também a importância ao nível arquitetónico daquele edifício, com mil metros quadrados de área coberta, afirmando ser uma casa com uma “história que importa relevar”.

Note-se que Garcia de Orta nasceu em Castelo de Vide, provavelmente em 1501, depois de os seus pais terem vindo viver para o Alentejo, após serem expulsos de Espanha, na sequência do Decreto de Alhambra dos Reis Católicos, que expulsou os judeus de Espanha em 1492. Frequentou as universidades de Salamanca e Alcalá, onde estudou gramática, artes e filosofia natural. Garcia de Orta licenciou-se em medicina em 1523, ano em que regressou à sua terra natal.

Em 1526 obteve licença para praticar medicina e no mesmo ano mudou-se para Lisboa e tornou-se médico de D. João III. Embarcou para a Índia em 1534 e estabeleceu-se como médico em Goa, onde adquiriu grande reputação.

A obra que perpetuou o nome do médico foi o livro Colóquio dos simples e drogas e coisas medicinais da Índia, editado em Goa em 1563. Garcia de Orta faleceu em Goa em 1568.

 

Fotografia de noticiasdecastelodevide.blogspot.com

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.