28 Novembro 2015      14:48

Está aqui

BICICLETAS A HIDROGÉNIO

Chama-se “Canyon Eco Speed”. Tem um aspeto de nave espacial, ultra-futurista e, para já, ninguém consegue apostar se um dia será mais que protótipo.

A e-bike Canyon Eco Speed é muito mais que uma bicicleta elétrica e isto porque funciona a hidrogénio, a forma de energia mais abundante e barata do universo: a que é obtida através do hidrogénio.

Tem um motor com 500 watts movido por uma célula de combustível de hidrogénio, e só acionado quando o ciclista assim o quiser.

A utilização do hidrogénio como combustível não é novidade. Tem vindo a ser estudada desde há muitos anos e, apesar dos avanços, ainda não conquistou espaço aos combustíveis fósseis e ainda não é comercializado, apesar de grandes marcas automóveis já terem os seus protótipos de veículos movidos por esta fonte, não poluente – tudo o que liberta é vapor de água – e com um poder energético muito superior aos restantes combustíveis.

A e-bike surge pela mão e imaginação do designer alemão Alexander Forst, que convenceu a fabricante norte-americana de bicicletas Canyon dos benefícios desta inovação.

Já antes, em 2007, uma empresa chinesa desenvolveu a PHB, uma bicicleta movida por uma célula de combustível de hidrogénio, e o ano passado, cientistas australianos construíram a Hy-ciclo e-bike. Esta bicicleta australiana permitia com apenas dois dólares de hidrogénio (cerca de 1,89€) assegurava uma autonomia de 125 quilómetros.

No entanto, a inovação na “Canyon Eco Speed” vai mais além, pois também os seus discos de travão estão fixados diretamente nos raios e o sistema de viragem é totalmente diferente do guiador comum e um avançado sistema de suspensão total, tudo por razões aerodinâmicas.

Será que a vamos experimentar?

 

Imagens daqui e daqui

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.