Está aqui

Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano

Hospital do Litoral Alentejano vai ampliar serviço de medicina intensiva

O Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, vai ampliar o serviço de medicina intensiva para reforçar a sua resposta à pandemia de covid-19, num investimento de um milhão de euros, até ao final do ano.

Nova Urgência Médico-Cirúrgica em Santiago do Cacém já abriu

A Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) já abriu o novo Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, num investimento de 1,6 milhões de euros.

Catarina Filipe, diretora do conselho de administração da ULSLA, disse à agência Lusa que “vamos ter um serviço com muito mais espaço do que o atual e vamos passar a receber os utentes com muito melhores condições quer de privacidade, como de segurança”.

Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano precisa de mais enfermeiros

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) exigiu a contratação de mais enfermeiros para a Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), especialmente em contexto de pandemia e época balnear.

Utentes e Sindicato voltam aos protestos no Hospital do Litoral Alentejano

A falta de profissionais de saúde na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) está a mobilizar as Comissões de Utentes do Litoral Alentejano e o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses para um novo protesto.

LITORAL ALENTEJANO REFORÇA SERVIÇOS DE SAÚDE NAS PRAIAS

Com a época balnear a fazer chegar ao Litoral Alentejano milhares de veraneantes, a Unidade de Saúde do Litoral Alentejano tem reforçado os meios disponíveis para poder prestar serviços de saúde ao "acréscimo" sazonal de população. Segundo dados da própria Unidade de Saúde, entre 20 e 30% dos utentes dos serviços de saúde em época balnear são veraneantes que residem fora da região.

TELEFARMÁCIA – O HOSPITAL MAIS PRÓXIMO DAS PESSOAS

A Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano, EPE, queria aproximar-se mais das pessoas e fez surgir um novo serviço: a telefarmácia.

No dia 12 de abril foi apresentado este projeto inovador em Portugal na área da telemedicina; descentralizando as unidades de cuidados de saúde primários, este serviço permitirá a dispensa direta aos pacientes de medicamentos da farmácia hospitalar e sincronizará também o transporte e a entrega dos mesmos no Centro de Saúde.