Está aqui

Rega

UNIVERSIDADE DE ÉVORA ESTUDA POUPANÇA DA ÁGUA NO REGADIO

As perdas de água no regadio podem ascender a 40% da água entrada nos sistemas com superfície livre e a 30% nos sistemas em pressão e, em alguns aproveitamentos hidroagrícolas, o custo da energia pode chegar a representar cerca de 70% do preço da água para rega.

MAIS DE 3 MILHÕES PARA REGAR O LITORAL ALENTEJANO

Foram aprovadas 12 das 16 candidaturas efetuadas pela a Associação de Regantes e Beneficiários de Campilhas e Alto Sado a fundos comunitários, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural.

O investimento total é de 3 milhões e 400 mil euros e prevê-se que os projetos - nos concelhos de Ourique, Santiago do Cacém e Odemira - estejam terminados até 2019.

Além de renovação de uma rede com mais de meio século, os investimentos permitirão reduzir as perdas de água em 10%.

Imagem de vidarural.pt