Está aqui

Moura Fábrica Solar

Há esperança para a antiga Moura Fábrica Solar que deixou desempregadas mais de 100 pessoas

Há esperança para a antiga Moura Fábrica Solar, encerrada no início deste ano, por não ter suportado a eliminação pela UE das tarifas sobre a importação de painéis da China. A Acciona empresa espanhola que geria a fábrica enviou então para o desemprego 105 trabalhadores, mão-de-obra altamente qualificada, após dez anos de laboração.

À procura de solução para os 105 trabalhadores da Moura Fábrica Solar

Há uma inquietação em Moura, resultado do encerramento da MFS - Moura Fábrica Solar o ano passado, e que colocou no desemprego 105 trabalhadores. Apesar das tentativas da empresa antes do encerramento, para conseguir um parceiro que pudesse ajudar a manter de pé aquele negócio de painéis solares, a concorrência "impossível" da China e o fim das taxas aos painéis chineses por parte da União Europeia acabou por inviabilizar os intentos da ACCIONA, a empresa espanhola que detinha aquela fábrica.

Ingleses interessados na Fábrica Solar de Moura

A garantia é dada pelo Deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, e pelo Presidente do Município de Moura, Álvaro Azedo, que defendem estar a procurar "encontrar eventuais interessados em retomar o funcionamento de um dos pilares da economia local e do emprego no concelho de Moura".