Está aqui

Moçambique

Reguengos de Monsaraz envia 115 caixas com roupa para Moçambique

Após a tragedia registada em Moçambique após a passagem do furacão Idai, a sociedade civil mobilizou-se para ajudar no que pode.

Em Reguengos de Monsaraz, a autarquia promoveu uma recolha de roupa no concelho e conseguiu reunir 115 caixas com roupa para enviar para as pessoas afetadas.

Élia Quintas, vereadora da Câmara de Reguengos de Monsaraz refere em comunicado que "Os reguenguenses uniram-se por Moçambique. A capacidade para doar é característica das comunidades socialmente evoluídas e os reguenguenses são assim."

Reguengos de Monsaraz recolhe roupa para ajudar a população de Moçambique

O Município de Reguengos de Monsaraz está a pedir o apoio da população para oferecer roupa às pessoas afetadas pelo ciclone Idai, em Moçambique. Esta ação de solidariedade da autarquia está a decorrer até ao dia 3 de abril.

Todas as pessoas poderão entregar roupas no Serviço de Ação Social do Município de Reguengos de Monsaraz durante a semana entre as 10h e as 12h30 e das 14h às 17h30 e no fim de semana das 10h às 12h e entre as 15h e as 17h.

 

Imagem de capa de Denis Onyodi: IFRC/DRK/Climate Centre (via Flickr).

Évora corre hoje por Moçambique

Solidários com a dor causada pela tragédia da passagem do ciclone Idai por Moçambique, que devastou quase a totalidade da cidade da Beira, provocando, para já, 446 vítimas mortais, e milhares de afetados, os Évora Night Runners, grupo informal de corrida, promovem hoje, (25 de Março), à noite, uma Corrida Solidária por Moçambique.

Évora vai correr por Moçambique

Solidários com a dor causada pela tragédia da passagem do ciclone Idai por Moçambique, que devastou quase a totalidade da cidade da Beira, provocando, para já, 294 vítimas mortais, e milhares de afetados, os Évora Night Runners, grupo informal de corrida, promovem na próxima segunda-feira (25 de Março), à noite, uma Corrida Solidária por Moçambique.

ONG DE MÉRTOLA JÁ CONSTRUIU SALAS DE AULA, MATERNIDADES E POÇOS EM MOÇAMBIQUE

A inauguração de um depósito de abastecimento de água na Vila de Monapo, em Moçambique que ocorreu a 1 de fevereiro talvez não seja notícia cá. Mesmo que leve água potável a mais de 20 mil pessoas ou que tenha sido inaugurada pela Embaixadora de Portugal em Moçambique, Maria Amélia Paiva. Assim como a inauguração de 3 salas de aula que beneficiarão cerca de 600 estudantes moçambicanos.