Está aqui

Miguel Bastos Araújo

Cientista alentejano Miguel Bastos Araújo entre os melhores do mundo

O cientista Miguel Bastos Araújo - investigador responsável na Cátedra Rui Nabeiro - Biodiversidade da Universidade de Évora (UÉ) - foi classificado pela agência Reuters como é um dos mil cientistas climáticos mais proeminentes do mundo.

Miguel Bastos Araújo é mesmo o primeiro português a surgir neste ranking, surgindo o investigador da UÉ na 57.ª posição desta “hot list”que conta com os principais cientistas do clima a nível mundial.

50 mil árvores para arrefecer o Alentejo Central

Foi apresentado hoje, em Évora e Alandroal, o projeto que pretende auxiliar na redução de ondas de calor no Alentejo através da plantação de 50 mil árvores em aglomerados urbanos.

Com frequência nos registos das regiões mais quentes do país, o Alentejo será uma das regiões nacionais que mais pode ser afetado pelas alterações climáticas e o “Além Risco" pretende ajudar a minimizar ou até mesmo inverter esta situação.

Ministro do Ambiente no Alentejo para assinalar Dia Internacional das Florestas

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática, Matos Fernandes, e o Secretário de Estado da Conservação da Natureza, Florestas e Ordenamento do Território, João Paulo Catarino, presidem à comemoração do Dia Internacional das Florestas, em Évora, amanhã, 21 de março.

Investigador da Universidade de Évora nomeado para o Conselho Nacional do Ambiente

Miguel Bastos Araújo, investigador da Universidade de Évora, foi ontem, dia mundial da floresta, membro do Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável (Cnads). A nomeação para este órgão consultivo foi feita sob proposta do Conselho de Ministros do Governo de Portugal.

Miguel Araújo está entre os 4058 cientistas mais citados ao nível mundial, em 21 diferentes áreas científicas.

INVESTIGADOR DE ÉVORA É O SEGUNDO MAIS CITADO NO MUNDO

Miguel Bastos Araújo, investigador da Universidade de Évora, é o segundo investigador nacional mais citado no planeta. A lista de citados, a "2017 Highly Cited Researchers", que lista 3.500 cientistas de todo o mundo, coloca aquele investigador do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, como um dos mais citados nos últimos 20 anos, com 20.558 citações feitas a artigos que escreveu.

INVESTIGADOR DE ÉVORA É DOS MAIS CITADOS NO MUNDO

Chama-se Miguel Bastos Araújo, tem 46 anos, é investigador na Universidade de Évora, coordenador do Centro de Investigação e Biodiversidade e Recursos Genéticos, titular da Cátedra "Rui Nabeiro" em biodiversidade,  É um dos líderes mundiais no estudo das alterações climáticas e dos seus impactos na biodiversidade.