Está aqui

Joe Berardo

Dívida de quase mil milhões não impede Berardo de abrir dois museus em Estremoz

O facto facto de dever 980 milhões de euros aos bancos não impede Joe Berardo de preparar-se para abrir dois museus em Estremoz, um para uma colecção de azulejaria e outro de arte africana.

2,5M€ FAZEM NASCER MUSEU BERARDO EM ESTREMOZ

O Museu Berardo vem mesmo para o Alentejo. Depois de se ter equacionado a sua instalação numa antiga fábrica em Vila Viçosa, o museu será instalado num palácio setecentista, em Estremoz, após obras adaptação de 2,5 milhões de euros - comparticipadas em 75% por fundos comunitários - que começarão ainda este ano.

ESTREMOZ: MUSEU BERARDO INSTALADO EM PALÁCIO SETECENTISTA

Cerca de 1500 painéis da colecção de azulejos desde o século XV, peças das colecções Arte Deco; Arte Nova, Arte Africana, Arte Shona, figuras em Terracota, cerâmica Bordalo Pinheiro, Arte Latino Americana, Arte Moderna e Contemporânea, coleção Erich Kahn, posters e cartazes, coleção Ernesto de Sousa e Arte Indiana, vão integrar o novo Museu Berardo em Estremoz, no Alentejo Central, que vai ficar instalado no Palácio dos Henriques (Tocha), propriedade do próprio Joe Berardo, junto ao jardim municipal e que vai ser integralmente recuperado.