Está aqui

Infraestruturas de Portugal

Eixo ferroviário de Évora recebe 3 dos 5 maiores concursos públicos da década

O Governo adjudicou cinco dos maiores concursos públicos da década em apenas três meses e a linha ferroviária de Évora é a mais beneficiada como avança hoje o Dinheiro Vivo.

A despesa pública contratada junto de empresas e entidades privadas (investimentos e gastos correntes) atingiu, no primeiro semestre deste ano, o valor mais elevado de que há registo, cerca de 3,7 mil milhões de euros, indicam os contratos publicados pelo governo no Portal Base até ao final de junho.

Luzianes-Gare, voltarão os comboios a parar ali?

Estavamos no ano de 1888, quando a estação ferroviária de Luzianes-Gare, originalmente chamada de Odemira, foi inaugurada. E o facto mudou radicalmente a pequena comunidade agrícola, que beneficiava das suas paragens.

Expropriações e adjudicações avançam na linha Sines-Caia

As expropriações e as adjudicações para a construção da linha Sines-Caia estão a avançar.

Já foi adjudicada a construção de dois dos três troços da linha de Évora, ambos a empresas espanholas: a Sacyr e a Comsa, seguindo a tendência dos concursos abertos pelas Infraestruturas de Portugal (IP).

Com estas adjudicações, as construtoras espanholas conseguem dois terços do bolo total de 500 milhões de euros investidos na ferrovia nacional nos últimos anos.

Subtroço ferroviário Évora - Redondo de 65 milhões já tem 13 candidatos

A Infraestruturas de Portugal (IP) está a apresentar as proposta recebidas para a construção do subtroço entre Évora Norte e Freixo (Redondo), que vai integrar o futuro Corredor Internacional Sul, e já tem 13 candidatos, que pretendem construir os 20,5 quilómetros de via-férrea, sobretudo organizados em agrupamentos de empresas.
 

ESTÃO CONCLUÍDAS AS OBRAS EM PONTES DE SERPA

A Infraestruturas de Portugal deu por concluídos os trabalhos de reabilitação e reforço em duas Pontes na rede rodoviária no concelho de Serpa, que tiveram início em agosto.

A empreitada no valor de cerca de 170 mil euros, compreendeu a beneficiação da Ponte sobre o Barranco da Amendoinha, na EN255, e da Ponte sobre o Barranco da Retorta, na EM265.

- EN255 – PONTE SOBRE O BARRANCO DA AMENDOINHA:

Antes da intervenção                                                              Após a intervenção

CORTE DE TRÁFEGO NA EN255, NO ALANDROAL

A Infraestruturas de Portugal irá realizar trabalhos de estabilização do talude de escavação, localizado ao quilómetro 39,2 da EN255, na freguesia de Santiago Maior no concelho de Alandroal, no Alentejo Central.

Segundo a Infraestruturas de Portugal, durante a execução desta intervenção, que tem inicio na próxima segunda-feira (20 de novembro) e estará concluída até final do mês, torna-se necessário proceder ao corte de tráfego neste troço da EN255 em período diurno, estando devidamente sinalizados os desvios de tráfego com indicação de percurso alternativo.

 

PREVISTO NOVO ABATE DE FREIXOS NA "ESTRADA MAIS BONITA DO ALENTEJO"

A estrada nacional 246-1, que liga Marvão a Castelo de Vide, considerada como a mais bonita do Alentejo e um dos trajetos mais belos do país, vai perder mais quatro árvores do seu conjunto de Freixos, classificados de interesse público desde 1997, durante a próxima semana.

Os trabalhos são da responsabilidade da Infraestruturas de Portugal e visam "assegurar as condições de segurança de pessoas e bens", conforme adianta a Infraestruturas de Portugal em comunicado.

INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL INICIAM OBRAS EM PONTES DE SERPA

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de reabilitação e reforço das pontes sobre o barranco da Amendoinha, na EN255, e sobre o barranco da Retorta, na EM265, localizadas no concelho de Serpa, distrito de Beja, no Baixo Alentejo, num investimento de 170 mil euros.

A empreitada consiste na reabilitação e reforço estrutural das duas travessias, bem como na pavimentação da plataforma rodoviária e durará 135 dias, sem qualquer corte do trânsito. 

ÉVORA: NOVA LINHA FERROVIÁRIA "TEM DE SER SUBMETIDA À CONSULTA DA POPULAÇÃO"

A Infraestruturas de Portugal (IP) apresentou ao município de Évora três alternativas para a nova linha ferroviária Sines/Caia,  divergentes da proposta inicial que "cortaria" a cidade ao meio. A notícia foi avançada pela autarquia que acrescenta que nenhuma das propostas foi ainda aprovada. Segundo Carlos Pinto de Sá, todas as propostas afastam a linha da zona urbana eborense e carecem ainda de um estudo de impacte ambiental.

MODERNIZAÇÃO DA FERROVIA ELVAS-CAIA AVANÇA HOJE

A Infraestruturas de Portugal lança hoje o concurso para a modernização do troço ferroviário Elvas-Fronteira, a primeira fase do projecto de construção do Corredor Internacional Sul, que ligará os portos do Sul do País à Europa.

A Linha Elvas- Caia – um investimento previsto de cerca de 38 milhões de euros, com recurso a Fundos Comunitários - deverá estar pronta no terceiro trimestre de 2018 - e este lançamento é o primeiro de vários concursos, a Sul, que se lançarão este ano e nos próximos.

Páginas