Está aqui

Habitação

Ourique aprova Estratégia Local de Habitação em 10,6 milhões de euros

A Câmara Municipal de Ourique aprovou a Estratégia Local de Habitação, “documento prévio para o acesso a financiamento nacional para a promoção de oferta de habitação a preços acessíveis”, num investimento de 10,6 milhões de euros ao longo dos próximos seis anos.

Em comunicado, a autarquia explica que esta estratégia municipal de habitação terá dois eixos prioritários: um “programa de apoio habitacional para pessoas em situação de vulnerabilidade”; e um “programa valorização da habitação e do habitat e reforço da atratividade territorial”.

Governo prolonga prazo de programa de habitação em Elvas

O Conselho de Ministros prorrogou o prazo, “até dezembro de 2022”, do Programa “Da Habitação ao Habitat”, que prevê intervenções-piloto em quatro bairros públicos, nos concelhos de Elvas, Loures, Vila Nova de Gaia e Ponte de Lima.

De acordo com a resolução aprovada pelo Governo, consultada pela Lusa, a prorrogação do programa permite a retoma das intervenções-piloto interrompidas em consequência da pandemia de covid-19, que implicou a suspensão do trabalho de proximidade com os moradores.

Beja e Vidigueira investem na sua Estratégia Local de Habitação

Os municípios de Beja e Vidigueira investem nas Estratégias Locais de Habitação (ELH). Beja já aprovou um investimento global a rondar os 29 milhões de euros e a Vidigueira de cerca de cerca de 4,8 milhões de euros

A estratégia de Beja envolve também a Santa Casa da Misericórdia local e foi já aprovada em Assembleia Municipal.

Aljustrel investe 7 milhões em parque habitacional do concelho

A Câmara Municipal de Aljustrel anunciou que vão ser investidos quase 7,3 milhões de euros na melhoria do parque habitacional do concelho, graças a um protocolo com o Instituto da Habitação e da Reabilitação (IHRU).

De acordo com a Lusa, o acordo de colaboração entre o município e o IHRU, assinado na passada quarta-feira, diz respeito à concretização da Estratégia Local de Habitação (ELH) e envolve um investimento de 7 282 095 euros.

Ourique prepara candidatura a programa de habitação do Governo

A Câmara Municipal de Ourique anunciou que deu início à elaboração da sua Estratégia Local de Habitação (ELH), no sentido de apresentar uma candidatura ao chamado 1.º Direito.

A autarquia explica, em comunicado, que as ELH “são instrumentais na concretização dos princípios orientadores da nova geração de políticas de habitação, impulsionada pelo Governo”, orientadas “para identificar as necessidades habitacionais, projetar um ‘futuro desejado’ e planear e monitorizar a intervenção pública no âmbito da política de habitação”.

80% dos portugueses tem dificuldade em aquecer a casa no Inverno

Segundo o novo inquérito da Comparamais sobre a pobreza energética em Portugal, 90% dos portugueses têm frio dentro da própria casa no Inverno, com 80% a afirmar que a origem deste desconforto térmico é a dificuldade em aquecer o lar. 

Marvão investe 2 milhões de euros para dar habitação a 33 famílias

A Câmara Municipal de Marvão vai investir cerca de 2 milhões de euros na criação de habitações para dar resposta a 33 famílias que vivem em condições consideradas “indignas” no concelho.

Em comunicado, a autarquia explica que a solução habitacional para cerca de 73% destes agregados passa pela reabilitação de habitações do município e de duas pertencentes a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), a Casa do Povo de Santo António das Areias e a Santa Casa da Misericórdia de Marvão.

Câmara do Crato investe 186 mil euros em requalificação urbana de bairro

A Câmara Municipal do Crato anunciou que vai avançar com o projeto de requalificação urbana do Bairro D. Maria Inocência Lemos de Sá Nogueira, para a demolição das casas pré-fabricadas de madeira, que não reúnem condições necessárias para habitação e espaços verdes envolventes.

Segundo a autarquia, esta obra é resultado de um investimento de 186 mil euros, com comparticipação de 85% pelo Portugal 2020, estando previsto o seu arranque durante este ano.

Habitação: preço aumenta em Beja e baixa em Portalegre

De acordo com informações do site da especialidade, Imovirtual, face ao mesmo período de 2019, Beja é o distrito nacional com o maior crescimento no preço médio de venda de imóveis.

O Baixo Alentejo registou um aumento no preço médio de venda de imóveis de 10,9%, cifrando-se agora nos 135.234 euros.

No polo oposto está o distrito de Portalegre onde, apesar da subida de 6,6%face a outubro, é o distrito com a maior quebra no período homólogo, estando o valor em 115.645 euros, menos 16,8% do valor verificado há um ano.

Évora lança apoios a obras em habitações de famílias com menores recursos

A Câmara Municipal de Évora tem abertas candidaturas até 31 de dezembro para apoios a pequenas obras de melhoria nas habitações do concelho, dirigidos a famílias com menores recursos. Os apoios são destinados exclusivamente a prédios de habitação.

Podem candidatar-se pessoas singulares, proprietários, usufrutuários, arrendatários ou comodatários, sendo elegíveis os agregados familiares com rendimentos mensais per capita não superiores ao valor do IAS (valor do indexante dos apoios sociais em vigor).

Páginas